29 de junho de 2014

REFLEXÃO DA SEMANA

O PARDAL E A ÁGUIA
 
O sol anunciava o final de mais um dia e lá, entre as árvores, estava Andala, um pardal que não se cansava de observar Yan, a grande águia. 
Seu vôo preciso, perfeito, enchia seus olhos de admiração. 

Sentia vontade em voar como a águia, mas não sabia como o fazer. 
Sentia vontade em ser forte como a águia, mas não conseguia assim ser. 
Todavia, não cansava de segui-la por entre as árvores só para vislumbrar tamanha beleza... 
Um dia estava a voar por entre a mata a observar o vôo de Yan, e de repente a águia sumiu da sua visão. 
Voou mais rápido para reencontrá-la, mas a águia havia desaparecido. 
Foi quando levou um enorme susto: deparou de uma forma muito repentina com a grande águia a sua frente. 

Tentou conter o seu vôo, mas foi impossível, acabou batendo de frente com o belo pássaro.
Caiu desnorteado no chão e quando voltou a si, pode ver aquele pássaro imenso bem ao seu lado observando-o. 

Sentiu um calafrio no peito, suas asas ficaram arrepiadas e pôs-se em posição de luta. 
A águia em sua quietude apenas o olhava calma e mansamente, e com uma expressão séria, perguntou-lhe:
Por que estás a me vigiar, Andala?
Quero ser uma águia como tu, Yan. 

Mas, meu vôo é baixo, pois minhas asas são curtas e vislumbro pouco por não conseguir ultrapassar meus limites.
E como te sentes amigo sem poder desfrutar, usufruir de tudo aquilo que está além do que podes alcançar com tuas pequenas asas?
Sinto tristeza. Uma profunda tristeza. A vontade é muito grande de realizar este sonho... - Opardal suspirou olhando para o chão... E disse:
Todos os dias acordo muito cedo para vê-la voar e caçar. 
És tão única, tão bela. 

Passo o dia a observar-te. E não voas? Fica o tempo inteiro a me observar? Indagou Yan.
Sim. A grande verdade é que gostaria de voar como tu voas... Mas as tuas alturas são demasiadas para mim e creio não ter forças para suportar os mesmos ventos que, com graça e experiência, tu cortas harmoniosamente...
Andala, bem 
sabes que a natureza de cada um de nós é diferente, e isto não quer dizer que nunca poderás voar como uma águia. 
Sê firme em teu propósito e deixa que a águia 
que vive em ti possa dar rumos diferentes aos teus instintos. 
Se abrires apenas uma fresta para que esta águia que está em ti possa te guiar, esta te dará a possibilidade de vires a voar tão alto como eu. 

Acredita! - E assim, a águia preparou-se para levantar vôo, mas voltou-se novamente ao pequeno pássaro que a ouvia atentamente:
Andala, apenas mais uma coisa: Não poderás voar como uma águia, se não treinares incansavelmente por todos os dias. 

O treino é o que dá conhecimento, fortalecimento e compreensão para que possas dar realidade aos teus sonhos. 
Se não pões em prática a tua vontade, teu sonho sempre será apenas um sonho. 
Esta realidade é apenas para aqueles que não temem quebrar limites, crenças, conhecendo o que deve ser realmente conhecido. 
É para aqueles que acreditam serem livres, e quando traz a liberdade em teu
coração poderás adquirir as formas que desejares, pois já não estarás apegado a nenhuma delas, serás livre! 
Um pardal poderá, sempre, transformar-se numa águia, se esta for sua vontade. 
Confia em ti e voa, entrega tuas asas aos ventos e aprende o equilíbrio com eles. 
Tudo é possível para aqueles que compreenderam que são seres livres, basta apenas acreditar, basta apenas confiar na tua capacidade em aprender e ser feliz com tua escolha! 


Autor desconhecido

MEDITAÇÃO DO DIA

29 de junho Dia 180  

Leituras: Lucas 3:15-22; 2 Coríntios 11:22-33; Salmo 149; Eclesiastes 12:1-8; 2 Reis 22-23.  

Versículo Especial“Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer” (Eclesiastes 12:1).  

Pensamento Bíblico: “. . . O que é Mais Poderoso do que Eu”  (Lucas 3:15-18). Os homens têm pintado muitos quadros de Jesus, alguns em telas, outros com palavras. Alguns realçam seu sofrimento na cruz; outros, seu desamparo como uma criancinha recém-nascida. Poucos se detêm, como João Batista faz aqui, sobre seu poder. Ele descreve a grandeza e o poder de Jesus (veja Apocalipse 1, que descreve o tremendo poder de Jesus).  

Ação: Mostre respeito pelo formidável Cristo.

28 de junho de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

28 de junho Dia 179  

Leituras: Lucas 3:1-14; 2 Coríntios 11:12-21; Salmo 148; Eclesiastes 11:7-10; 2 Reis 20-21.  

Versículo Especial“Louvem o nome do Senhor, porque só o seu nome é excelso; a sua majestade é acima da terra e do céu” (Salmo 148:13).  

Pensamento Bíblico: “Produzi, Pois, Frutos Dignos do Arrependimento” (Lucas 3:8-14). João desafiou a sinceridade de seus ouvintes chamando-os a demonstrar arrependimento, mudando suas vidas. Frutos do arrependimento têm que ser aparentes nas atitudes e na conduta no lar, na comunidade e no trabalho. Aqueles que hoje se chegam ao Senhor têm, do mesmo modo, que demonstrar mudança em suas vidas.  

Ação: Demonstre sua fé e arrependimento pela sua conduta.

27 de junho de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

27 de junho Dia 178

 Leituras: Lucas 2:36-52; 2 Coríntios 11:1-11; Salmo 147; Eclesiastes 11:1-6; 2 Reis 18-19.

 Versículo Especial“E crescia Jesus em sabedoria, estatura e graça, diante de Deus e dos homens” (Lucas 2:52).

 Pensamento Bíblico: A Oração que Deteve um Exército (2 Reis 18-19). Nestes dias em que os homens são tentados a pôr sua confiança na força militar, é bom relembrar a derrota do exército assírio fora de Jerusalém. 185.000 soldados assírios caíram em uma única noite por causa de uma oração. Releia 2 Reis 19:19-35 e note a oração e aação. Temos que por nossa confiança no poder de Deus, não na força das armas e na vontade humana.

 Ação: Reserve um tempo hoje para orar por todas as pessoas que você conhece e por todos os chefes das nações de todo o mundo.

26 de junho de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

26 de junho Dia 177  

Leituras: Lucas 2:21-35; 2 Coríntios 10:12-18; Salmo 146; Eclesiastes 10:16-20; 2 Reis 17.  

Versículo Especial“Mas ao Senhor, vosso Deus, temereis, e ele vos livrará das mãos de todos os vossos inimigos” (2 Reis 17:39).

Pensamento Bíblico: “. . . Temiam o Senhor e ao Mesmo Tempo Serviam aos seus Próprios Deuses” (2 Reis 17:33). Pessoas que tinham se mudado para a área que fora ocupada pelo reino de Israel aceitavam a adoração de Jeová junto com seus deuses. Deus nunca aceitou os esforços dos homens para rebaixá-lo e colocar o Criador ao lado das criaturas. De fato, quanto Israel experimentou isso anteriormente, ele espalhou a nação. Hoje ele ainda espera nossa inteira lealdade.  

Ação: Sirva ao Deus do céu . . . somente!

25 de junho de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

25 de junho Dia 176  

Leituras: Lucas 2:8-20; 2 Coríntios 10:1-11; Salmo 145; Eclesiastes 10:8-15; 2 Reis 15-16.  

Versículo Especial“Porque, embora andando na carne, não militamos segundo a carne” (2 Coríntios 10:3).  

Pensamento Bíblico: Poderosas Armas de Guerra (2 Coríntios 10:1-6). Paulo tinha se envolvido de certo modo no conflito entre os irmãos de Corinto e, neste trecho, ele os confirma sobre o motivo e a firmeza de sua batalha contra o mal. Seu motivo era o amor (veja 2 Coríntios 11:11). Sua firmeza era o poder de Deus. Ele não se envolveria em batalhas carnais com armas carnais. Paulo usaria as armas que todo cristão deve empregar. Nossas batalhas são contra aquelas coisas que exaltam a si mesmas diante de Deus e nossa vitória é assegurada se nós continuarmos a batalha com as armas que Deus produziu (veja Efésios 6:10-20).  
Quando somos tentados a torcer
 as regras para usar táticas carnais para atingir fins justificáveis, temos que nos lembrar dos comentários de Paulo. Empunhemos as armas que Deus nos deu!  

Ação: Ganhe suas batalhas espirituais, usando as armas de Deus.

24 de junho de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

24 de junho Dia 175  

Leituras: Lucas 2:1-7; 2 Coríntios 9; Salmo 144; Eclesiastes 10:1-7; 2 Reis 13-14.

Versículo Especial“Deus pode fazer-vos abundar em toda graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra” (2 Coríntios 9:8).  

Pensamento BíblicoAbundância Dada por Deus (2 Coríntios 9). Quando ele insiste com os santos coríntios para que cumpram o compromisso na sua obra de ajudar seus irmãos sofredores, Paulo os lembra da fonte de sua abundância. Eles deveriam ser gratos a Deus porque eles tinham os meios de ajudar e, assim, de boa vontade, dar dos seus recursos. Como freqüentemente desfrutamos de fartas bênçãos, devemos também ser rápidos em compartilhá-las.  

Ação: Enumere suas bênçãos, dê graças a Deus por elas e então distribua algumas.

23 de junho de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

23 de junho Dia 174  

Leituras: Lucas 1:67-80; 2 Coríntios 8:16-24; Salmo 143; Eclesiastes 9:13-18; 2 Reis 11-12.  

Versículo Especial“Pois o que nos preocupa é procedermos honestamente, não só perante o Senhor, como também diante dos homens” (2 Coríntios 8:21).  

Pensamento BíblicoMinistrando Coisas Honrosas  (2 Coríntios 8:21). Paulo salienta, neste trecho, sua preocupação em fazer tudo de tal maneira que todos os envolvidos estejam confiantes de que tudo foi feito corretamente. O mesmo princípio deveria ser empregado em nossos negócios financeiros (bem como em outros aspectos da vida). Deveríamos lidar com os negócios de modo que se evite a acusação ou a suspeita.  

Ação: Faça as coisas às claras, livre de censura!  


22 de junho de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

22 de junho Dia 173  

Leituras: Lucas 1:57-66; 2 Coríntios 8:8-15; Salmo 142; Eclesiastes 9:9-12; 2 Reis 9-10.  

Versículo Especial“Pois conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, se fez pobre por amor de vós, para que, pela sua pobreza, vos tornásseis ricos” (2 Coríntios 8:9).  

Pensamento BíblicoEnriquecidos Através da Pobreza de Jesus (2 Coríntios 8:9). Quando Paulo insiste com os coríntios para que façam sacrifícios generosos, em benefício de seus irmãos, ele os lembra do sacrifício abnegado de Jesus. Ele deixou suas riquezas por uma vida--e morte--de pobreza. Se ele pode dar tanto por nós, podemos certamente sacrificar-nos por outros. 

Ação: Procure oportunidades para um sacrifício desinteressado.  

21 de junho de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

21 de junho Dia 172  

Leituras: Lucas 1:39-56; 2 Coríntios 8:1-7; Salmo 141; Eclesiastes 9:1-8; 2 Reis 8.  

Versículo Especial“Porque o Poderoso me fez grandes cousas. Santo é o seu nome” (Lucas 1:49).  

Pensamento Bíblico: O Poderoso Fez Grandes Coisas (Lucas 1:49). Enquanto meditava sobre o privilégio de ser a mãe do Filho de Deus, Maria louvou a Deus. Ela havia sido escolhida para ser a mãe do Filho de Deus! Todavia, através de Jesus todos nós podemos gozar uma bênção ainda maior. Podemos ser filhos de Deus — co-herdeiros com Cristo — por causa da poderosa vitória que Jesus ganhou na cruz. Na verdade, Deus fez grandes coisas por nós.  

Ação: Agradeça a Deus pelas bênçãos oferecidas em seu Filho.

18 de junho de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

18 de junho Dia 169  

Leituras: Marcos 16:14-20; 2 Coríntios 6:1-10; Salmo 138; Eclesiastes 7:23-29; 2 Reis 1-3.  

Versículo EspecialO Senhor é excelso, contudo, atenta para os humildes; os soberbos, ele os conhece de longe” (Salmo 138:6).  

Pensamento Bíblico: O Senhor das Alturas Atenta para os Humildes (Salmo 138:6). Esta regra do comportamento de Deus contradiz todas as expectativas dos homens naturais. Os seres humanos tendem a honrar o poder, a riqueza, a fama. Deus não se impressiona com tais coisas. Ele olha nos corações e julga o que o homem não pode ver claramente. Ele está perto dos pequenos, aqueles que são verdadeiramente humildes e muitas vezes desprezados pelo mundo. Os orgulhosos, que freqüentemente erram em não ver sua necessidade de Deus, nem sempre chegam perto da verdadeira comunhão com ele. O entendimento deste princípio nos ajudará a estabelecer nossas prioridades, que concordem com os ideais de Deus.  

Ação: Não se torne prisioneiro da armadilha dos interesses mundanos. Deus julga por um padrão mais alto e mais puro do que o homem.

17 de junho de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

17 de junho Dia 168 

Leituras: Marcos 16:1-13; 2 Coríntios 5:12-21; Salmo 137; Eclesiastes 7:19-22; 1 Reis 22.  

Versículo Especial“E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as cousas antigas já passaram; eis que se fizeram novas” (2 Coríntios 5:17).  

Pensamento BíblicoO Apelo de Paulo: “Reconciliem-se com Cristo” (2 Coríntios 5:15-20). Paulo descreve a si mesmo e a outros mensageiros como embaixadores de Deus, apelando aos pecadores para que se reconciliem com Deus. Esta reconciliação é possível apenas através de Jesus Cristo, que morreu por nós, em um sacrifício de amor. Portanto, devemos viver para aquele que morreu por nós e se levantou novamente para mostrar o caminho da vida eterna (v. 15).  

Ação: Se você não estiver em paz com Deus, reconcilie-se agora. Deste ponto em diante, viva para Jesus a cada dia.

16 de junho de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

16 de junho Dia 167  

Leituras: Marcos 15:42-47; 2 Coríntios 5:1-11; Salmo 136:10-26; Eclesiastes 7:13-18; 1 Reis 20-21.  

Versículo Especial“Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo” (2 Coríntios 5:10).  

Pensamento BíblicoO Tribunal do Julgamento de Cristo (2 Coríntios 5:10). Paulo coloca sua própria vida, juntamente com as vidas de todos os outros, na perspectiva da eternidade.  Nosso tempo na terra é limitado. Algum dia enfrentaremos o julgamento de Cristo. Seu julgamento será: justo, de acordo com as coisas que tivermos feito; e individual, cada um recebendo segundo as coisas que tiver feito.  

Ação: Certifique-se de que está pronto para o julgamento de Cristo.

15 de junho de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

15 de junho Dia 166  

Leituras: Marcos 15:33-41; 2 Coríntios 4:7-18; Salmo 136:1-9; Eclesiastes 7:7-12; 1 Reis 18-19.  

Versículo Especial“Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados” (2 Coríntios 4:8).  

Pensamento Bíblico: Atribulados, Porém não Angustiados (2 Coríntios 4:8). Paulo reflete aqui o espírito otimista e vitorioso que deve caracterizar o filho de Deus. Ele sofreu e estava disposto a morrer no serviço de Deus. Entretanto, ele não foi derrotado ou levado ao desespero. Os cristãos enfrentarão situações penosas, mas nunca é necessário ser vencido e destruído por esses desafios.  

Ação: Enfrente suas provações com otimismo, coragem e determinação de resistir pelo poder e a graça de Deus. Com seu auxílio, você pode vencer.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...