20 de janeiro de 2017

ANDANDO NA VERDADE

Resultado de imagem para bíblia sagrada evangélica

Coração Sincero – Coração Corajoso

“José de Arimatéia, ilustre membro do Sinédrio, que também esperava o reino de Deus, dirigiu-se a Pilatos e pediu o corpo de Jesus” (Marcos 15:43).
Quanto perigo estamos dispostos a enfrentar no caminho para poder-mos chegar a Deus? Entendemos que buscar a Deus exige um coração que é corajoso como também sincero?
Coração Sincero. A fé necessária para buscar a Deus é uma fé totalmente sincera. O autor de Hebreus fala disto quando diz, “aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé” (Hebreus 10:22). Não só devemos fazer um compromisso genuíno com Deus, devemos cumprir este compromisso com lealdade. Se o nosso coração for sincero, buscará a Deus com sinceridade.
Coração Corajoso. O crescimento espiritual, como qualquer outro progresso verdadeiro, é assustador. Como sempre há perda como também o ganho, temos que somar a coragem à nossa sinceridade. Grandes sacrifícios são exigidos, riscos sérios têm que ser tomados. Deus não nos garantiu que a nossa passagem por esta vida será totalmente “segura”. Algumas coisas claramente serão arriscadas, e somos incentivados a “calcular a despesa” (Lucas 14:25-33). Se demorarmos em embarcar nesta busca séria por Deus até depois de tentar nos proteger dos riscos, então não somos dignos de Deus. Os primeiros na lista dos perdidos em Apocalipse 21:8 são os covardes, aqueles que tentam se proteger, não dispostos a pagar o preço necessário para andar com Deus. Exige um coração corajoso para dizer, como Paulo disse, “Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo” (Filipenses 3:8). E Davi, um outro homem de coragem, disse: “Espera pelo Senhor, tem bom ânimo, e fortifique-se o teu coração” (Salmo 27:14).
Um certo hino diz: “Já passei por muitos perigos, trabalhos e armadilhas; foi a graça que me trouxe na segurança até aqui e a graça me guiará até chegar em casa”. Levamos estes perigos á sério? Compreendemos o que está sendo arriscado se falharmos em encontrar a segurança em Deus? Se nada pudesse dar errado na nossa jornada, não precisaríamos nem do coração sincero nem do coração corajoso. Porém, quando não há nenhum risco real, a fé não é uma virtude real.
Cada avanço na vida espiritual tem os respectivos perigos;
Cada passo que subimos para mais perto de Deus aumenta a profundidade
do abismo no qual podemos cair.
(Robert H. Benson)

(– por Gary Henry).Que Deus abençoe a todos pastor Antonio Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...