1 de fevereiro de 2017

ANDANDO NA VERDADE

Resultado de imagem para bíblia sagrada evangélica

Quando eu crescer parte 2

Grandes riscos e grandes oportunidades 

Uma criança toma seus primeiros passos inseguros e cai. Com a ajuda da mãe, levanta-se e tenta outra vez. Nos meses seguintes, cairá várias vezes. Algumas vezes vai chorar um pouco, mas raramente se machucará.
Alguns anos depois, a mesma criança começa a andar de bicicleta. Ganhou mais liberdade, aprendeu como se locomover em maior velocidade. Os pais colocam limites para não permitir que ande em avenidas muito movimentadas. Quando cai, pode se machucar, mas, mesmo assim, os riscos são limitados. Ferimentos graves são possíveis, mas não muito prováveis. A liberdade e a capacidade aumentaram, e os perigos, também.
Quando a mesma criança, agora jovem, chegar aos 18 anos, vai correndo para tirar carta de habilitação para andar de moto ou de carro. É isso que é liberdade! Os riscos, também, multiplicaram. Um acidente agora pode causar ferimentos graves, ou pode até tirar a vida do próprio jovem ou de outras pessoas.
A independência e a liberdade trazem responsabilidades e riscos maiores.
Esses exemplos servem para mostrar como outros riscos, também, multiplicam quando passa da infância à maturidade. Erros da infância raramente estragam a vida toda. Mas os erros de um adolescente ou jovem adulto podem, sim, complicar o resto da vida. Se escolher os amigos errados, pode ser induzido a se envolver em crime e perder a liberdade, ou pior. Se decidir casar com a pessoa errada, pode sofrer o resto da vida, e as conseqüências podem atingir várias outras gerações de descendentes. Se experimentar bebidas ou outras drogas, corre o risco de criar um vício que trará prejuízos em todos os aspectos da vida.
O crescimento nos traz, também, grandes oportunidades. Passando da adolescência, você terá condições de ajudar outros e contribuir de uma maneira significativa ao bem das pessoas ao seu redor. Na sua escolha de profissão e na maneira de tratar as pessoas próximas você poderá mudar para o melhor as circunstâncias de familiares, amigos e até estranhos.
A influência maior possível será o impacto da sua conduta na vida espiritual dos outros. A sua decisão de servir ao Senhor trará a possibilidade de conduzir outros ao Senhor, por suas palavras e seu exemplo. “Ninguém despreza a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis....” (1 Timóteo 4:12).(–Dennis Allan).Que Deus abençoe a todos pastor Antonio Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...