30 de abril de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA




Leituras: Marcos 4:35-41; 1 Coríntios 2; Salmo 105:1-22; Provérbios 25:8-14; Juízes 12-14.  

Versículo Especial: “Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo” (Provérbios 25:11).  

Pensamento Bíblico: Jesus Repreende a Tempestade (Marcos 4:35-41). Os discípulos ficaram muito ansiosos, quando enfrentaram uma tempestade atravessando o Mar da Galiléia. As ondas ameaçavam afundar o barco. Eles não viram nenhum sinal de que Jesus (que estava dormindo) estivesse sequer sabendo de suas preces. Quando eles o acordaram, eles gritaram em desespero: “. . . não te importa que pereçamos?”  Jesus acalmou o mar, permitindo aos barcos prosseguir em segurança para o seu destino.  
Enfrentamos tempestades na vida e podemos, por engano, achar que Deus não está atento ao nosso apuro. Paulo diz: “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas diante de Deus as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graça” (Filipenses 4:6).  

Ação: Vença suas tempestades com a força de Deus.

29 de abril de 2012

REFLEXÃO DA SEMANA





A Vaquinha 
Um mestre da sabedoria passeava por uma floresta com seu fiel discípulo, quando avistou ao longe um sítio de aparência pobre e resolveu fazer uma breve visita... Durante o percurso ele falou ao aprendiz sobre a importância das visitas e as oportunidades de aprendizado que temos, também com as pessoas que mal conhecemos.
Chegando ao sitio, constatou a pobreza do lugar: sem calçamento, casa de madeira, os moradores, um casal e três filhos, vestidos com roupas rasgadas e sujas... Então se aproximou do senhor, aparentemente o pai daquela família, e perguntou: "Neste lugar não há sinais de pontos de comércio e de trabalho. Como o senhor e a sua família sobrevivem aqui?" E o senhor calmamente respondeu: "Meu amigo, nós temos uma vaquinha que nos dá vários litros de leite todos os dias. Uma parte desse produto nós vendemos ou trocamos na cidade vizinha por outros gêneros alimentícios e a outra parte nós produzimos queijo e coalhada para o nosso consumo e assim vamos sobrevivendo."
O sábio agradeceu pela informação, contemplou o lugar por uns momentos, depois se despediu e foi embora. No meio do caminho, voltou ao seu fiel discípulo e ordenou: "Aprendiz, pegue a vaquinha, leve-a ao precipício ali à frente e empurre-a, jogue-a lá embaixo." O jovem arregalou os olhos espantado e questionou o mestre sobre o fato de a vaquinha ser o único meio de sobrevivência daquela família, mas, como percebeu o silêncio absoluto do seu mestre, foi cumprir a ordem. Assim, empurrou a vaquinha morro abaixo e a viu morrer.
Aquela cena ficou marcada na memória daquele jovem durante alguns anos, até que, um belo dia, ele resolveu largar tudo o que havia aprendido e voltar àquele mesmo lugar e contar tudo àquela família, pedir perdão e ajudá-los. E assim o fez. Quando se aproximava do local, avistou um sítio muito bonito, com árvores floridas, todo murado, com carro na garagem e algumas crianças brincando no jardim. Ficou triste e desesperado, imaginando que aquela humilde família tivera que vender o sítio para sobreviver. Apertou o passo e, chegando lá, foi logo recebido por um caseiro muito simpático e perguntou sobre a família que ali morava há uns quatro anos. O caseiro respondeu: "Continuam morando aqui." Espantado, o discípulo entrou correndo na casa e viu que era mesmo a família que visitara antes com o mestre. Elogiou o local e perguntou ao senhor (o dono da vaquinha): "Como o senhor melhorou este sítio e está tão bem de vida?" E o senhor, entusiasmado, respondeu: "Nós tínhamos uma vaquinha que caiu no precipício e morreu. Daí em diante, tivemos que fazer outras coisas e desenvolver habilidades que nem sabíamos que podíamos, assim alcançamos o sucesso que seus olhos vislumbram agora!" 

Autor Desconhecido

MEDITAÇÃO DO DIA





Leituras: Marcos 4:21-34; 1 Coríntios 1:18-31; Salmo 104:16-35; Provérbios 25:1-7; Juízes 10-11.  

Versículo Especial: “Aquele que se gloria, glorie-se no Senhor” (1 Coríntios 1:31b).  

Pensamento Bíblico: A Loucura de Deus X A Sabedoria do Homem (1 Coríntios 1:25). Deus não faz as coisas da maneira que os homens poderiam esperar. A cruz é uma ilustração deste fato. Os judeus tropeçaram nela, pois ela mostrava que eles haviam assassinado o Filho de Deus. Os gentios zombaram dela, pois ela os chamava para servir a um “deus morto”, que nem sequer se libertou da agonia da cruz. Os homens podem não entender. Deus não exige que compreendamos suas razões, apenas que obedeçamos suas instruções.  

Ação: Obedeça a Deus, mesmo que você não o entenda totalmente!

28 de abril de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 4:13-20; 1 Coríntios 1:10-17; Salmo 104:1-15; Provérbios 24:28-34; Juízes 9.  

Versículo Especial: “Um pouco para dormir, um pouco para tosquenejar, um pouco para encruzar os braços em repouso, assim sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade, como um homem armado” (Provérbios 24:33-34).  

Pensamento Bíblico: O Pecado da Indolência (Provérbios 24:30-34). A preguiça não é virtude. O mesmo livro que  nos diz “não te fatigues para seres rico” (Provérbios 23:4) agora nos adverte para que evitemos o extremo oposto. A indolência desperdiça nossas oportunidades. Tarefas que esquecemos não desaparecem, elas apenas se tornam mais difíceis.

Ação: Concentre-se nas tarefas que valem a pena e as execute com dedicação.

27 de abril de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA




Leituras: Marcos 4:1-12; 1 Coríntios 1:1-9; Salmo 103; Provérbios 24:23-27; Juízes 7-8.  

Versículo EspecialO que disser ao perverso: Tu és justo; pelo povo será maldito e detestado pelas nações” (Provérbios 24:24). 

Pensamento Bíblico: Conduta para com o Ímpio (Provérbios 24:23-26). Anote quatro princípios de sabedoria, especialmente importantes quando vemos outros pecarem:
    Julgue imparcialmente (v. 23).
    Não o aprove nem o tolere  (v. 24).
    Repreenda o ímpio (v. 25).
    Fale sempre a verdade (v. 26).  

Ação: Apoie o que é justo. Oponha-se a toda forma de mal (veja 1 Tessalonicenses 5:21-22).  

26 de abril de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA




Leituras: Marcos 3:31-35; Romanos 16:17-27; Salmo 102:18-28; Provérbios 24:19-22; Juízes 5-6.  

Versículo Especial: “Não te aflijas por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos perversos” (Provérbios 24:19).  

Pensamento Bíblico: A Revelação do Mistério (Romanos 16:25-27). O evangelho de Jesus Cristo:
    Foi em tempos mantido em secreto, como um mistério (v. 25).
    É o meio de Deus edificar seu povo (v. 25).
    Foi revelado a todas as nações para que elas possam obedecer. O evangelho é para o mundo (v. 26).  

Ação: As pessoas hoje necessitam do evangelho tão certamente como aquelas do tempo de Paulo precisavam dele. Você está pronto e disposto a espalhar as novas? (veja Romanos 1:15-17).

25 de abril de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA




Leituras: Marcos 3:20-30; Romanos 16:1-16; Salmo 102:1-17; Provérbios 24:13-18; Juízes 3-4.  

Versículo Especial: “Tu, porém, Senhor, permaneces para sempre, e a memória do teu nome, de geração em geração” (Salmo102:12).  

Pensamento Bíblico: “Esqueceram-se do Senhor” (Juízes 3:7). Josué e os outros de sua era morreram (veja Juízes 2:7-10). Uma nova geração levantou-se para jogar fora as “velhas idéias” da fé de seus pais. Quando começamos a ler sobre uma sucessão de juízes, vemos a fraqueza e infidelidade do povo. Eles “fizeram o que era mau” (3:7) “tornaram a fazer” (3:12) e, de novo, “tornaram a fazer o que era mau” (4:1). Deus, paciente e repetidamente, castigou-os, mas cada geração rejeitava as limitações da lei de Deus. O livro de Juízes chama a atenção para a paciência de Deus e a capacidade do homem para abusá-la!    

Ação: Não se esqueça do Senhor!  

24 de abril de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA




Leituras: Marcos 3:13-19; Romanos 15:22-33; Salmo 101; Provérbios 24:7-12; Juízes 1-2.  

Versículo Especial: “Se te mostras fraco no dia da angústia, a tua força é pequena” (Provérbios 24:10).  

Pensamento Bíblico: Batalhando Contra o Mal (Provérbios 24:7-12). Nossa luta contra o pecado tem que incluir:
    Ouvir a sabedoria de Deus (v. 7).
    Resolver não fazer o mal (vs. 8-9).
    Permanecer forte no “dia da angústia” (v. 10).
    Recuperar os que se desviaram (v. 11).
    Não fingir que não vê para tolerar o pecado (v. 12).  

Ação: Firme hoje na batalha contra Satanás!


23 de abril de 2012

DIP- DIA DE ORAÇÃO PARA IGREJA PERSEGUIDA 03 JUNHO


O que é?

O DIP – Domingo da Igreja Perseguida - é um evento patrocinado pela Portas Abertas, que tem o objetivo de conscientizar a Igreja brasileira sobre a violação dos direitos de crença dos cristãos ao redor do mundo.

Em pleno século 21, cerca de 100 milhões de cristãos enfrentam hostilidade e perseguição religiosa pelo simples fato de seguir a Cristo. Essa intolerância acontece de várias maneiras: por meio do governo, da sociedade e, principalmente, da família. E as consequências da fé são, muitas vezes, encarceramento, agressões físicas e psicológicas, ameaças, perda de emprego, além da morte.
Para amenizar essas dificuldades, a Portas Abertas realiza o DIP todos os anos, como forma de mobilizar os cristãos livres para orar, divulgar e atender às necessidades dos cristãos que não têm voz própria, em países como Coreia do Norte, Irã, Afeganistão, Eritreia, Nigéria, Colômbia, entre outros.
Por isso, quando você e sua igreja se comprometem a organizar este evento, vocês estão representando cristãos de todo o mundo que não desfrutam da mesma liberdade de fé e de expressão de amor a Deus, como vocês fazem.
Realizar o DIP significa lembrar-se e agir em favor dessa parte do Corpo de Cristo que necessita de oração, de modo que sua realidade seja divulgada entre os cristãos brasileiros. Afinal, menos de 25 mil brasileiros estão envolvidos diretamente com a causa da Igreja Perseguida – esta que enfrenta perseguição religiosa.

Mas você pode mudar essa realidade.Estaremos nos reunindo no ministério Batista Amor e Vida Q 34 conjunto A Lote 33 setor 08 Águas Lindas de Goias.Pastor Antonio Marques.

REFLEXÃO DA SEMANA





A importância do perdão 

O pequeno Zeca entra em casa, após a aula, batendo forte os seus pés no assoalho da casa. Seu pai, que estava indo para o quintal para fazer alguns serviços na horta, ao ver aquilo chama o menino para uma conversa. 
Zeca, de oito anos de idade, o acompanha desconfiado. Antes que seu pai dissesse alguma coisa, fala irritado: 
- Pai, estou com muita raiva. O Juca não deveria ter feito aquilo comigo. 
Desejo tudo de ruim para ele. 
Seu pai, um homem simples, mas cheio de sabedoria, escuta calmamente o filho que continua a reclamar: 
- O Juca me humilhou na frente dos meus amigos. Não aceito. Gostaria que ele ficasse doente sem poder ir à escola. 
O pai escuta tudo calado enquanto caminha até um abrigo onde guardava um saco cheio de carvão Levou o saco até o fundo do quintal e o menino o acompanhou calado. Zeca vê o saco ser aberto e antes mesmo que ele pudesse fazer uma pergunta, o pai lhe propõe algo: 
- Filho faz de conta que aquela camisa branquinha que está secando no varal é o seu amiguinho Juca e cada pedaço de carvão é um mau pensamento seu endereçado a ele. Quero que você jogue todo o carvão do saco na camisa, até o último pedaço. Depois eu volto para ver como ficou. 
O menino achou que seria uma brincadeira divertida e passou mãos à obra. O varal com a camisa estava longe do menino e poucos pedaços acertavam o alvo. Uma hora se passou e o menino terminou a tarefa. O pai que espiava tudo de longe se aproxima do menino e lhe pergunta: 
- Filho como está se sentindo agora? 
- Estou cansado, mas estou alegre porque acertei muitos pedaços de carvão na camisa. 
O pai olha para o menino, que fica sem entender a razão daquela brincadeira, e carinhoso lhe fala: 
- Venha comigo até o meu quarto, quero lhe mostrar uma coisa. 
O filho acompanha o pai até o quarto e é colocado na frente de um grande espelho onde pode ver seu corpo todo. Que susto! Zeca só conseguia enxergar seus dentes e os olhinhos. O pai, então lhe diz ternamente: 
- Filho, você viu que a camisa quase não se sujou; mas, olhe só para você 
O mal que desejamos aos outros é como o que lhe aconteceu. Por mais que possamos atrapalhar a vida de alguém com nossos pensamentos, a borra, os resíduos, a fuligem ficam sempre em nós mesmos. 
Cuidado com seus pensamentos, eles se transformam em palavras; 
Cuidado com suas palavras, elas se transformam em ações; 
Cuidado com suas ações, elas se transformam em hábitos; 
Cuidado com seus hábitos, eles moldam o seu caráter; 
Cuidado com seu caráter, ele controla o seu destino 
Autor desconhecido 

MEDITAÇÃO DO DIA




Leituras: Marcos 3:7-12; Romanos 15:14-21; Salmo 100; Provérbios 24:1-6; Josué 23-24.  

Versículo Especial: “Sabei que o Senhor é Deus; foi ele quem nos fez, e dele somos; somos o seu povo e rebanho do seu pastoreio”(Salmo 100:3).  

Pensamento Bíblico“. . . Escolhei, Hoje, a Quem Sirvais” (Josué 24:15). O discurso de Josué, despedindo-se de Israel, foi um desafio estimulante. Eles tinham muitas opções. Eles poderiam servir aos deuses que tinham falhado no Egito. Eles poderiam adorar os deuses que não puderam defender os amorreus, quando Israel invadiu sua terra. Ou então, poderiam servir o Santo e Verdadeiro Deus que os tinha libertado repetidamente. Como é fácil escolhermos seguir os caminhos da falha certa, negligenciando o serviço de Deus. Israel escolheu servir a Deus e permaneceu fiel por toda aquela geração. Precisamos guiar nossa família no mesmo compromisso.  

Ação: Decida hoje seguir ao Senhor. Nenhum outro caminho conduzirá ao sucesso.  

22 de abril de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA




Versículo Especial: “Exaltai ao Senhor, nosso Deus, e prostrai-vos ante o seu santo monte, porque santo é o Senhor, nosso Deus”(Salmo 99:9).  

Pensamento Bíblico: Adore a Deus, pois Ele é Santo (Salmo 99). O salmista louva a Deus pela sua História de santidade. Hoje temos o privilégio de adorar a Deus. Devemos glorificá-lo pessoalmente, e temos o privilégio especial de reunirmo-nos com outros para glorificá-lo, e encorajar outros a verem sua grandeza e adorá-lo (veja 1 Coríntios 10:16-22; 14:24-25). Se apreciamos a santidade e majestade de Jeová, procuraremos todas as oportunidades para louvá-lo.  

Ação: Dê adoração a Deus. Ele a merece!  

21 de abril de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA




Versículo Especial“Assim, pois, seguimos as cousas da paz e também as da edificação de uns para com os outros” (Romanos 14:19).  

Pensamento Bíblico: Consideração com a Consciência de um Irmão (Romanos 14:14-23). É possível pecar ao fazer alguma coisa que em si é direita! Se, despreocupadamente, desconsideramos os escrúpulos de um irmão e o levamos a violar sua consciência, somos culpados. Devemos estar alertas para nossas oportunidades de edificar o fraco. Os princípios descritos aqui envolvem compaixão, paciência e uma aplicação  da regra de Mateus 7:12 às nossas relações espirituais.  

Ação: Procure coisas que trazem paz e edificação.

20 de abril de 2012



Versículo Especial: “Alegrai-vos no Senhor, ó justos, e dai louvores ao seu santo nome” (Salmo 97:12).  

Pensamento Bíblico: “Reina o Senhor” (Salmo 97). Leia este salmo novamente e contemple a grandeza de Deus. Porque Jeová reina, a terra e toda a humanidade têm razão para alegrar-se.  Estamos sob o Deus correto, justo e poderoso, que proteje e liberta aqueles que o servem. Quando compreendemos que um tão poderoso ser cuida de nós, temos razão para louvá-lo e sermos gratos.  

Ação: Louve a Deus com suas palavras e atos. Ele merece tanto sua adoração como sua devoção.  

19 de abril de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA





Versículo Especial: “Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e nada disponhais para a carne no tocante às suas concupiscências”(Romanos 13:14).  

Pensamento Bíblico: “. . . Nada Disponhais para a Carne” (Romanos 13:14). Os esforços de Satanás continuam. Ele tenciona capturar sua presa escolhida (veja 1 Pedro 5:8). Portanto temos que ficar em guarda. Temos que deixar o pecado e queimar as pontes atrás de nós, não deixando facilidades para um retorno aos trabalhos lascivos da carne. Satanás não é imbatível, mas não o derrotaremos se cooperarmos com suas maquinações para nos agarrar.  


Ação: Certifique-se de que sua parada com o pecado é decisiva. “Destrua as pontes” que poderiam levá-lo de volta ao mal.

18 de abril de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA





Versículo EspecialO amor seja sem hipocrisia. Destestai o mal, apegando-vos ao bem” (Romanos 12:9).  

Pensamento Bíblico: Amor Sem Hipocrisia (Romanos 12:9-21). Neste trecho, Paulo oferece algumas instruções muito práticas a respeito de mostrar amor verdadeiro a outros. Amar significa dar preferência a outros, em vez de dar a si mesmo. Significa esforço em servir a Deus e as outras pessoas. Significa humildade. Significa trabalhar pela paz com outros, deixando a vingança para Deus. Amar significa superar o mal pelo bem! Paulo não descreveu o amor em palavras pouco claras, mas usou uma linguagem prática, que podemos aplicar na vida diária.  

Ação: Ame sem hipocrisia!

17 de abril de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA




Versículo Especial: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:2).  

Pensamento Bíblico: Sacrificando-se (Romanos 12:1-8). Note as instruções de Paulo para:
    Sacrificar-nos a Deus.
    Sermos transformados, e não conformados com o mundo.
    Examinar com seriedade e utilizar nossas capacidades. Arrogância é errada. Achar-se inútil é também errado. Cada um de nós deve, humildemente, utilizar o que Deus nos deu.  

Ação: Use hoje sua capacidade, servindo a Deus.

16 de abril de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA




Versículo Especial“Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos!” (Romanos 11:33).  

Pensamento Bíblico: A Profundidade da Sabedoria de Deus (Romanos 11:33). Numa era em que se exalta a razão humana, há muitos que tentam escolher quais partes das Escrituras deveriam ser acreditadas. Alguns dizem que aceitarão o que entenderem, pensando que a verdade de Deus terá sentido para eles. Outros tentam vislumbrar o significado escondido atrás da palavra de Deus, assim tendo a pretensão de conhecer sua intenção, que suplanta (assim dizem) sua palavra revelada. Tais abordagens são arrogantes e mortais. Deus não revelou tudo o que poderíamos querer saber; ele nos disse tudo o que precisamos saber. Nossa tarefa não é aperfeiçoar, porém obedecer a sua palavra!  

Ação: Obedeça a Deus, quer você entenda suas razões ou não!  

15 de abril de 2012

REFLEXÃO DA SEMANA-A Mulher e o Gênio






Havia uma mulher corcunda magoada
com o mundo, que vivia magoada 
com seu terrível calombo nas costas. 
A mulher andava curvada,
rastreando os cantos com
seus olhos tristes, mal humorada, 
até que um dia encontrou um
objeto mágico onde há séculos 
vivia um gênio, que se 
materializou na sua frente 
oferecendo-lhe quatros pedidos 
por sua libertação. 
A mulher fez o primeiro: 
- Eu queria ter uma casa mais 
bonita do que a chata da 
Dona Maria, aquela 
mulher fofoqueira.... 
Zás!!! Apareceu-lhe uma 
casa maravilhosa. 
Veio o segundo pedido. 
- Eu queria ter um carro 
muito mais bonito, possante 
e moderno do que o infeliz do Seu Zé. 
Zás!!!! Surgiu em sua frente 
um carro sensacional. 
Assim fez o terceiro pedido: 
- Eu queria ter mais jóias do
que a Dona Joana, aquela intragável. 
Zás!!! Apareceram-lhe jóias maravilhosas. 
Foi a vez do quarto e último pedido: 
- Agora, gênio, eu quero que 
você realize meu último pedido:
Que suma aquilo que trás as 
amarguras da minha vida, 
meu desgosto, meu maior defeito... 
E Zás!!!!... de novo. 
Sumiu-lhe a língua.... 

Autor Desconhecido
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...