29 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 3:15-22; 2 Coríntios 11:22-33; Salmo 149; Eclesiastes 12:1-8; 2 Reis 22-23.  

Versículo Especial“Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer” (Eclesiastes 12:1).  

Pensamento Bíblico: “. . . O que é Mais Poderoso do que Eu”  (Lucas 3:15-18). Os homens têm pintado muitos quadros de Jesus, alguns em telas, outros com palavras. Alguns realçam seu sofrimento na cruz; outros, seu desamparo como uma criancinha recém-nascida. Poucos se detêm, como João Batista faz aqui, sobre seu poder. Ele descreve a grandeza e o poder de Jesus (veja Apocalipse 1, que descreve o tremendo poder de Jesus).  

Ação: Mostre respeito pelo formidável Cristo.

28 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Lucas 3:1-14; 2 Coríntios 11:12-21; Salmo 148; Eclesiastes 11:7-10; 2 Reis 20-21.  

Versículo Especial“Louvem o nome do Senhor, porque só o seu nome é excelso; a sua majestade é acima da terra e do céu”(Salmo 148:13).  

Pensamento Bíblico: “Produzi, Pois, Frutos Dignos do Arrependimento” (Lucas 3:8-14). João desafiou a sinceridade de seus ouvintes chamando-os a demonstrar arrependimento, mudando suas vidas. Frutos do arrependimento têm que ser aparentes nas atitudes e na conduta no lar, na comunidade e no trabalho. Aqueles que hoje se chegam ao Senhor têm, do mesmo modo, que demonstrar mudança em suas vidas.  

Ação: Demonstre sua fé e arrependimento pela sua conduta.

27 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Lucas 2:36-52; 2 Coríntios 11:1-11; Salmo 147; Eclesiastes 11:1-6; 2 Reis 18-19.

 Versículo Especial“E crescia Jesus em sabedoria, estatura e graça, diante de Deus e dos homens” (Lucas 2:52).

 Pensamento Bíblico: A Oração que Deteve um Exército (2 Reis 18-19). Nestes dias em que os homens são tentados a pôr sua confiança na força militar, é bom relembrar a derrota do exército assírio fora de Jerusalém. 185.000 soldados assírios caíram em uma única noite por causa de uma oração. Releia 2 Reis 19:19-35 e note a oração e a ação. Temos que por nossa confiança no poder de Deus, não na força das armas e na vontade humana.

 Ação: Reserve um tempo hoje para orar por todas as pessoas que você conhece e por todos os chefes das nações de todo o mundo.

26 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Lucas 2:21-35; 2 Coríntios 10:12-18; Salmo 146; Eclesiastes 10:16-20; 2 Reis 17.  

Versículo Especial“Mas ao Senhor, vosso Deus, temereis, e ele vos livrará das mãos de todos os vossos inimigos” (2 Reis 17:39).

Pensamento Bíblico: “. . . Temiam o Senhor e ao Mesmo Tempo Serviam aos seus Próprios Deuses” (2 Reis 17:33). Pessoas que tinham se mudado para a área que fora ocupada pelo reino de Israel aceitavam a adoração de Jeová junto com seus deuses. Deus nunca aceitou os esforços dos homens para rebaixá-lo e colocar o Criador ao lado das criaturas. De fato, quanto Israel experimentou isso anteriormente, ele espalhou a nação. Hoje ele ainda espera nossa inteira lealdade.  

Ação: Sirva ao Deus do céu . . . somente!

25 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 2:8-20; 2 Coríntios 10:1-11; Salmo 145; Eclesiastes 10:8-15; 2 Reis 15-16.  

Versículo Especial“Porque, embora andando na carne, não militamos segundo a carne” (2 Coríntios 10:3).  

Pensamento Bíblico: Poderosas Armas de Guerra (2 Coríntios 10:1-6). Paulo tinha se envolvido de certo modo no conflito entre os irmãos de Corinto e, neste trecho, ele os confirma sobre o motivo e a firmeza de sua batalha contra o mal. Seu motivo era o amor (veja 2 Coríntios 11:11). Sua firmeza era o poder de Deus. Ele não se envolveria em batalhas carnais com armas carnais. Paulo usaria as armas que todo cristão deve empregar. Nossas batalhas são contra aquelas coisas que exaltam a si mesmas diante de Deus e nossa vitória é assegurada se nós continuarmos a batalha com as armas que Deus produziu (veja Efésios 6:10-20).  
Quando somos tentados a torcer as regras para usar táticas carnais para atingir fins justificáveis, temos que nos lembrar dos comentários de Paulo. Empunhemos as armas que Deus nos deu!  

Ação: Ganhe suas batalhas espirituais, usando as armas de Deus.

24 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Lucas 2:1-7; 2 Coríntios 9; Salmo 144; Eclesiastes 10:1-7; 2 Reis 13-14.

Versículo Especial“Deus pode fazer-vos abundar em toda graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra” (2 Coríntios 9:8).  

Pensamento BíblicoAbundância Dada por Deus (2 Coríntios 9). Quando ele insiste com os santos coríntios para que cumpram o compromisso na sua obra de ajudar seus irmãos sofredores, Paulo os lembra da fonte de sua abundância. Eles deveriam ser gratos a Deus porque eles tinham os meios de ajudar e, assim, de boa vontade, dar dos seus recursos. Como freqüentemente desfrutamos de fartas bênçãos, devemos também ser rápidos em compartilhá-las.  

Ação: Enumere suas bênçãos, dê graças a Deus por elas e então distribua algumas.

23 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Lucas 1:67-80; 2 Coríntios 8:16-24; Salmo 143; Eclesiastes 9:13-18; 2 Reis 11-12.  

Versículo Especial“Pois o que nos preocupa é procedermos honestamente, não só perante o Senhor, como também diante dos homens” (2 Coríntios 8:21).  

Pensamento BíblicoMinistrando Coisas Honrosas  (2 Coríntios 8:21). Paulo salienta, neste trecho, sua preocupação em fazer tudo de tal maneira que todos os envolvidos estejam confiantes de que tudo foi feito corretamente. O mesmo princípio deveria ser empregado em nossos negócios financeiros (bem como em outros aspectos da vida). Deveríamos lidar com os negócios de modo que se evite a acusação ou a suspeita.  

Ação: Faça as coisas às claras, livre de censura!  


22 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Lucas 1:57-66; 2 Coríntios 8:8-15; Salmo 142; Eclesiastes 9:9-12; 2 Reis 9-10.  

Versículo Especial“Pois conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, se fez pobre por amor de vós, para que, pela sua pobreza, vos tornásseis ricos” (2 Coríntios 8:9).  

Pensamento BíblicoEnriquecidos Através da Pobreza de Jesus (2 Coríntios 8:9). Quando Paulo insiste com os coríntios para que façam sacrifícios generosos, em benefício de seus irmãos, ele os lembra do sacrifício abnegado de Jesus. Ele deixou suas riquezas por uma vida--e morte--de pobreza. Se ele pode dar tanto por nós, podemos certamente sacrificar-nos por outros.  

Ação: Procure oportunidades para um sacrifício desinteressado.  

21 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Lucas 1:39-56; 2 Coríntios 8:1-7; Salmo 141; Eclesiastes 9:1-8; 2 Reis 8.  


Versículo Especial“Porque o Poderoso me fez grandes cousas. Santo é o seu nome” (Lucas 1:49).  

Pensamento Bíblico: O Poderoso Fez Grandes Coisas (Lucas 1:49). Enquanto meditava sobre o privilégio de ser a mãe do Filho de Deus, Maria louvou a Deus. Ela havia sido escolhida para ser a mãe do Filho de Deus! Todavia, através de Jesus todos nós podemos gozar uma bênção ainda maior. Podemos ser filhos de Deus — co-herdeiros com Cristo — por causa da poderosa vitória que Jesus ganhou na cruz. Na verdade, Deus fez grandes coisas por nós.  

Ação: Agradeça a Deus pelas bênçãos oferecidas em seu Filho.

20 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Lucas 1:26-38; 2 Coríntios 7:2-16; Salmo 140; Eclesiastes 8:10-17; 2 Reis 6-7.  

Versículo Especial“Porque a tristeza segundo Deus produz arrependimento para a salvação, que a ninguém traz pesar; mas a tristeza do mundo produz morte” (2 Coríntios 7:10).  

Pensamento Bíblico: Pesar Benéfico (2 Coríntios 7:10). Paulo expressa aqui a dor da censura e a alegria que vem depois, quando ela é bem recebida. Enquanto é desagradável causar desgosto a outros, Paulo nos lembra que o pesar segundo Deus produz um bom resultado: arrependimento para a salvação. Nosso pesar pelo pecado deve ser mais do que a vergonha de ser “apanhado”. Deve ser uma tristeza genuína, que conduz a uma mudança de vida.  

Ação: Use o seu pesar pelo pecado construtivamente: permita que ele o motive a um verdadeiro arrependimento.

19 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Lucas 1:1-25; 2 Coríntios 6:11-7:1; Salmo 139; Eclesiastes 8:1-9; 2 Reis 4-5.  

Versículo Especial“Tendo, pois, ó amados, tais promessas, purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus” (2 Coríntios 7:1).  

Pensamento Bíblico: Aperfeiçoando a Santidade no Temor de Deus (2 Coríntios 6:14-7:1). O serviço do Senhor requer santidade: separação do mal. Os filhos de Deus não podem manter união com o pecado. Esta santidade não é, contudo, uma inutilidade. Devemos nos limpar do mal, de modo que possamos ter uma ligação de realização com o Pai. Ele prometeu grandes coisas, mas, para gozá-las, temos que abandonar o mundo. 

Ação: Aperfeiçoe a santidade por causa de seu amor a Deus.

18 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 16:14-20; 2 Coríntios 6:1-10; Salmo 138; Eclesiastes 7:23-29; 2 Reis 1-3.  

Versículo EspecialO Senhor é excelso, contudo, atenta para os humildes; os soberbos, ele os conhece de longe” (Salmo 138:6). 

Pensamento Bíblico: O Senhor das Alturas Atenta para os Humildes (Salmo 138:6). Esta regra do comportamento de Deus contradiz todas as expectativas dos homens naturais. Os seres humanos tendem a honrar o poder, a riqueza, a fama. Deus não se impressiona com tais coisas. Ele olha nos corações e julga o que o homem não pode ver claramente. Ele está perto dos pequenos, aqueles que são verdadeiramente humildes e muitas vezes desprezados pelo mundo. Os orgulhosos, que freqüentemente erram em não ver sua necessidade de Deus, nem sempre chegam perto da verdadeira comunhão com ele. O entendimento deste princípio nos ajudará a estabelecer nossas prioridades, que concordem com os ideais de Deus.  

Ação: Não se torne prisioneiro da armadilha dos interesses mundanos. Deus julga por um padrão mais alto e mais puro do que o homem.

17 de junho de 2012

REFLEXÃO DA SEMANA-A VERDADEIRA PAZ



Há muitos anos, um rei criou um concurso para premiar o artista que melhor captasse, numa pintura, a paz perfeita. Muitos tentaram e, ao final, o rei gostou de apenas duas.
A primeira era um lago calmo e cristalino onde refletiam as imagens de montanhas e árvores que o ladeavam. O céu era de um azul perfeito e todos os que fitavam a pintura, enxergavam nela um profundo conteúdo de paz.
A segunda pintura tinha um quebra-mar sobre rochas escuras e sem vegetação. O céu enegrecido, pontilhado por raios e trovões, precipitava uma grande tempestade. Definitivamente, essa pintura não revelava nenhum conteúdo de paz e tranqüilidade.
Mas, quando o rei observou mais atentamente, verificou que no alto das rochas, havia um pequeno arbusto crescendo de uma fenda. Neste arbusto, encontrava-se um pequeno ninho e ali, no meio do mar revolto e céu tempestuoso, um pequeno passarinho descansava calmamente.
O rei então escolheu a segunda pintura e, diante de uma platéia surpresa, explicou:
- A verdadeira paz não é estar num lugar calmo e tranqüilo, sem trabalho árduo ou sem dor. Paz significa que, apesar de estarmos no meio das adversidades e das turbulências da vida, permanecemos calmos em nossos corações.


Autor Desconhecido 

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 16:1-13; 2 Coríntios 5:12-21; Salmo 137; Eclesiastes 7:19-22; 1 Reis 22.  

Versículo Especial“E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as cousas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”(2 Coríntios 5:17).  

Pensamento BíblicoO Apelo de Paulo: “Reconciliem-se com Cristo” (2 Coríntios 5:15-20). Paulo descreve a si mesmo e a outros mensageiros como embaixadores de Deus, apelando aos pecadores para que se reconciliem com Deus. Esta reconciliação é possível apenas através de Jesus Cristo, que morreu por nós, em um sacrifício de amor. Portanto, devemos viver para aquele que morreu por nós e se levantou novamente para mostrar o caminho da vida eterna (v. 15).  

Ação: Se você não estiver em paz com Deus, reconcilie-se agora. Deste ponto em diante, viva para Jesus a cada dia.

16 de junho de 2012

M EDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 15:42-47; 2 Coríntios 5:1-11; Salmo 136:10-26; Eclesiastes 7:13-18; 1 Reis 20-21.  

Versículo Especial“Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo”(2 Coríntios 5:10).  

Pensamento BíblicoO Tribunal do Julgamento de Cristo (2 Coríntios 5:10). Paulo coloca sua própria vida, juntamente com as vidas de todos os outros, na perspectiva da eternidade.  Nosso tempo na terra é limitado. Algum dia enfrentaremos o julgamento de Cristo. Seu julgamento será: justo, de acordo com as coisas que tivermos feito; e individual, cada um recebendo segundo as coisas que tiver feito.  

Ação: Certifique-se de que está pronto para o julgamento de Cristo.

15 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 15:33-41; 2 Coríntios 4:7-18; Salmo 136:1-9; Eclesiastes 7:7-12; 1 Reis 18-19.  

Versículo Especial“Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados” (2 Coríntios 4:8).  

Pensamento Bíblico: Atribulados, Porém não Angustiados (2 Coríntios 4:8). Paulo reflete aqui o espírito otimista e vitorioso que deve caracterizar o filho de Deus. Ele sofreu e estava disposto a morrer no serviço de Deus. Entretanto, ele não foi derrotado ou levado ao desespero. Os cristãos enfrentarão situações penosas, mas nunca é necessário ser vencido e destruído por esses desafios.  

Ação: Enfrente suas provações com otimismo, coragem e determinação de resistir pelo poder e a graça de Deus. Com seu auxílio, você pode vencer.

14 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 15:16-32; 2 Coríntios 4:1-6; Salmo 135; Eclesiastes 7:1-6; 1 Reis 16-17.  

Versículo Especial“Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, pois naquela se vê o fim de todos os homens; e os vivos que o tomem em consideração” (Eclesiastes 7:2).  

Pensamento Bíblico: Lições de Funerais (Eclesiastes 7:1-6). Poucas pessoas escolheriam ir a um enterro em vez de uma festa, se pudessem escolher. Entretanto, há muito mais para aprender com as tristes realidades da vida. Quando choramos a morte de um ente querido, somos lembrados da brevidade de nossas próprias vidas e desafiados a aproveitar da melhor maneira possível as oportunidades que temos enquanto vivemos. Os vivos tomarão isso a sério.  

Ação: Pense na brevidade da vida. Você está preparado para morrer?


13 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 15:1-15; 2 Coríntios 3:7-18; Salmo 134; Eclesiastes 6:7-12; 1 Reis 14-15.  

Versículo Especial“Tendo, pois, tal esperança, servimo-nos de muita ousadia no falar” (2 Coríntios 3:12).  

Pensamento Bíblico“Muita Ousadia no Falar” (2 Coríntios 3:12). Paulo proclamou o evangelho com confiança. Seu destemor não era por causa de sua própria capacidade, mas porque ele reconhecia o significado e a clareza da mensagem revelada no evangelho. Ele sabia que o evangelho tinha valor para outros, por isso ele ousadamente compartilhou as boas novas.  

Ação: Fortaleça sua resolução e confiança proclamando a palavra de Deus. Pense primeiro na grandeza do evangelho e então contemple a situação difícil daqueles que estão perdidos sem Jesus. Você consegue ficar calado?  

12 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 14:66-72; 2 Coríntios 3:1-6; Salmo 133; Eclesiastes 6:1-6; 1 Reis 12-13.  

Versículo Especial“Não que, por nós mesmos, sejamos capazes de pensar alguma cousa, como se partisse de nós; pelo contrário, a nossa suficiência vem de Deus” (2 Coríntios 3:5).  

Pensamento Bíblico: A Bênção da Unidade (Salmo 133). A paz entre irmãos é uma grande bênção. Quando baseada na verdade, tal unidade dá glória ao Senhor e convida outros a virem a ele. Algumas vezes, a paz é justamente interrompida porque os filhos de Deus se recusam a partilhar o pecado (veja 2 Coríntios 6:14-7:1). Outras vezes, ela é perturbada por más ações dos homens carnais. Tal egoísmo impede o serviço dos filhos de Deus e mostra desonra para com Deus.  

Ação: Desenvolva a paz com Deus e com o povo santo.  

11 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 14:53-65; 2 Coríntios 2:12-17; Salmo 132; Eclesiastes 5:13-20; 1 Reis 11.  

Versículo Especial“Graças, porém, a Deus, que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo e, por meio de nós, manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento” (2 Coríntios 2:14).  

Pensamento Bíblico: O Aroma da Morte e da Vida (2 Coríntios 2:12-17). Paulo revela aqui seu zelo pela pregação do evangelho, conforme ele o levava a aproveitar as oportunidades disponíveis. Pense particularmente nisso: 
   O esforço de Paulo em aproveitar uma porta aberta.
   A fonte do triunfo: Jesus.
   O motivo da pregação: sinceridade.
   O aroma do evangelho: um perfume de vida para aqueles que o recebem e um mau cheiro de morte para aqueles que negam a necessidade do arrependimento.  
Deus oferece um sacrifício e uma mensagem de salvação para todos os homens. Cada indivíduo tem que decidir entre recebê-la como um perfume de vida ou um mau cheiro de morte.  

Ação: Espalhe a palavra e deixe que Cristo o leve ao triunfo.  

10 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 14:43-52; 2 Coríntios 2:1-11; Salmo 131; Eclesiastes 5:8-12; 1 Reis 9-10.  

Versículo Especial“Quem ama o dinheiro jamais dele se farta; e quem ama a abundância nunca se farta da renda; também isto é vaidade” (Eclesiastes 5:10).  

Pensamento Bíblico: Censura S Arrependimento S Reafirmação do amor (2 Coríntios 2:1-11). Em sua carta anterior, Paulo tinhacensurado os coríntios pela sua tolerância com os pecadores, insistindo com eles para que expulsassem o mal da congregação. A igrejase arrependeu e agiu, e um irmão pecador retornou. Agora Paulo diz que é hora de reafirmar seu amor. Ele os relembra de seu amor para com eles, e instrui os santos coríntios para aceitarem a volta do irmão com amor.  

Ação: Encorage outros para que sejam fiéis. Mostre-lhes seu amor.  

8 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 14:22-31; 2 Coríntios 1:1-11; Salmo 129; Eclesiastes 4:9-16; 1 Reis 7.  

Versículo Especial“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de toda consolação” (2 Coríntios 1:3).  

Pensamento BíblicoSalientando o Conforto de Deus (2 Coríntios 1:1-11). Paulo fala, aqui, do sofrimento que ele havia suportado como um filho de Deus. Mesmo assim, não chama a atenção para a aflição, mas para a consolação. Ele encontrou conforto em Deus, e portanto ofereceu conforto aos outros. Mesmo em meio a severas provações, Paulo encontrou razão para ser otimista, encorajador e agradecido. Seu exemplo deveria desafiar-nos para termos grande fé e otimismo, os quais não podem ser diluídos pelas provações.  

Ação: Seja grato a Deus pelo seu amor e consolação.

7 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 14:12-21; 1 Coríntios 16:13-24; Salmo 128; Eclesiastes 4:1-8; 1 Reis 5-6.  

Versículo Especial“Todos os vossos atos sejam feitos com amor” (1 Coríntios 16:14).  

Pensamento BíblicoCondições de Amizade com Deus (1 Reis 6:12-13). O templo do Velho Testamento representava a presença de Deus entre o povo. Quando Salomão se preparou para erigir este grandioso edifício, Deus impôs condições para sua presença em Israel: 
   Andar de acordo com meus estatutos
   Executar meus julgamentos
   Guardar todos os meus mandamentos.  
Deus não poderia morar no meio do povo ímpio, então ele lembrou Israel para que mantivesse a pureza diante dele.

Ação: Examine sua vida--ela está num lugar em que Deus pode habitar?

6 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 14:1-11; 1 Coríntios 16:1-12; Salmo 127; Eclesiastes 3:16-22; 1 Reis 3-4.  

Versículo Especial“Herança do Senhor são os filhos; o fruto do ventre, seu galardão” (Salmo 127:3).  

Pensamento Bíblico: Salomão Pede Sabedoria (1 Reis 3). Quando Salomão ascendeu ao trono, ele percebeu a enormidade da tarefa  de dirigir uma nação. Ele se voltou para Deus, não para procurar riqueza, poder ou longa vida, mas para pedir sabedoria. Deus atendeu ao seu pedido e acrescentou outras bênçãos. Aqueles que dirigem hoje em dia, quer guiando nações, igrejas ou famílias, precisam voltar-se para Deus para receber sabedoria.  

Ação: Volte-se para a palavra de Deus para encontrar sabedoria.


5 de junho de 2012

REFLEXÃO DA SEMANA

A Vida e a Viagem de Trem 
A vida não passa de uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes, agradáveis surpresas em muitos embarques e grandes tristezas em alguns desembarques.
Quando nascemos, entramos nesse magnífico trem e nos deparamos com algumas pessoas, que julgamos, estarão sempre nessa viagem conosco, nossos pais.
Infelizmente isso não é verdade, em alguma estação eles descerão e nos deixarão órfãos do seu carinho, amizade e companhia insubstituível. Isso, porém não nos impedirá que durante o percurso, pessoas que se tornarão muito especiais para nós, embarquem. Chegam nossos irmãos, amigos, filhos e amores inesquecíveis!
Muitas pessoas embarcarão nesse trem apenas a passeio, outras encontrarão no seu trajeto somente tristezas e ainda outras circularão por ele prontos a ajudar quem precise.
Vários dos viajantes quando desembarcam deixam saudades eternas, outros tantos quando desocupa seu assento, ninguém nem sequer percebe.
Curioso é constatar que alguns passageiros que se tornam tão caros para nós, acomodam-se em vagões diferentes dos nossos, portanto somos obrigados a fazer esses trajetos separados deles, o que não nos impede é claro que possamos ir ao seu encontro. No entanto, infelizmente, jamais poderemos sentar ao seu lado, pois já haverá alguém ocupando aquele assento.
Não importa, é assim a viagem, cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, despedidas, porém, jamais, retornos. Façamos essa viagem então, da melhor maneira possível, tentando nos relacionar bem com os outros passageiros, procurando em cada um deles o que tiverem de melhor, lembrando sempre que em algum momento eles poderão fraquejar e precisaremos entender, porque provavelmente também fraquejaremos e com certeza haverá alguém que nos acudirá com seu carinho e sua atenção.
O grande mistério afinal é que nunca saberemos em qual parada desceremos muito menos nossos companheiros de viagem, nem mesmo aquele que está sentado ao nosso lado. Eu fico pensando se quando descer desse trem sentirá saudades. Acredito que sim, me separar de muitas amizades que fiz será no mínimo doloroso, deixar meus filhos continuarem a viagem sozinhos será muito triste com certeza... Mas me agarro na esperança que em algum momento
estarei na estação principal e com grande emoção os verei chegar. Estarão provavelmente com uma bagagem que não possuíam quando embarcaram e o que me deixará mais feliz será ter a certeza que de alguma forma eu fui uma grande colaboradora para que ela tenha crescido e se tornado valiosa.
Amigos, façamos com que a nossa estada nesse trem seja tranqüila, que tenha valido a pena e que quando chegar a hora de desembarcarmos o nosso lugar vazio traga saudades e boas recordações para aqueles que prosseguirem a viagem.


Autor Desconhecido

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 13:24-37; 1 Coríntios 15:50-58; Salmo 126; Eclesiastes 3:9-15; 1 Reis 2.  

Versículo Especial“Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Coríntios 15:57).  

Pensamento BíblicoVitória em Jesus (1 Coríntios 15:50-58). Paulo conclui este grande discurso com a garantia da vitória e um desafio para ir avante. Ele promete ao justo a vitória sobre a morte e o Hades e, então, encerra com este desafio: “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis, e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão” (1 Coríntios 15:58).  
Jesus pavimentou o caminho para que possamos receber a recompensa.  

Ação: “Sede firmes, inabaláveis, e sempre abundantes . . .” 

4 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA


Leituras: Marcos 13:13-24; 1 Coríntios 15:35-49; Salmo 125; Eclesiastes 3:1-8; 1 Reis 1.  

Versículo Especial“Faze o bem, Senhor, aos bons e aos retos de coração” (Salmo 125:4).  

Pensamento Bíblico: Corpos Ressurgidos em Glória (1 Coríntios 15:35-49). Paulo continua sua discussão da ressurreição, afirmando a ressurreição corporal daqueles que são de Cristo (veja 15:22-23). Ele nos diz diversas coisas sobre a ressurreição dos fiéis, incluindo: 
   É uma ressurreição do corpo (v. 44).
   Este corpo é transformado por Deus (vs. 37-38,44).
   O novo corpo é incorruptível (v. 42).
   O novo corpo é ressuscitado em glória e poder (v. 43)
   O novo corpo é espiritual, celestial S não material nem terrestre (vs. 44-49).  
Os cristãos têm uma esperança eterna que torna possível e compensador suportar as dificuldades desta vida!  

Ação: Viva hoje com um olho no céu.

1 de junho de 2012

MEDITAÇÃO DO DIA



Leituras: Marcos 12:28-34; 1 Coríntios 15:12-19; Salmo 122; Eclesiastes 2:12-17; 2 Samuel 20-21.  

Versículo Especial“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do Senhor” (Salmo 122:1).  

Pensamento BíblicoUma Fé Vazia (1 Coríntios 15:12-19). Algumas pessoas em Corinto negaram a idéia de que a morte é seguida pela ressurreição. Paulo mostrou que a sua posição retira do evangelho todo o significado. Se Cristo não se levantou, não há razão para servi-lo! Alguns hoje afirmam seguir a Cristo, ao mesmo tempo que negam a ressurreição. A deles, também, é uma fé vazia, sem esperança.  

Ação: Dê graças a Deus pela ressurreição e exaltação de Jesus Cristo. Sirva-o como alguém que tem uma bem fundada esperança no porvir.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...