30 de setembro de 2013

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 24:44-53; Filemom 17-25; Salmo 80; Provérbios 20:1-6; Ezequiel 26-27.  

Versículo Especial“Restaura-nos, ó Deus dos Exércitos; faze resplandecer o teu rosto, e seremos salvos” (Salmo 80:7).  

Pensamento Bíblico: Jesus Morreu para Cumprir (Lucas 24:44-49). Um rei morto? Aqueles que mataram Jesus pensaram que tinham vencido sua causa. Muitos dos seus seguidores, deixando de entender sua promessa de ressurreição, sentiram-se derrotados. Até mesmo alguns, hoje, acreditam que a rejeição de Jesus pelos Judeus forçou-o a adiar seus  planos de estabelecer seu reino. Ao contrário, Jesus mostra que sua morte foi uma parte necessária do plano de Deus. Ele morreu porque ele decidiu morrer.  

Ação: Siga o exemplo dos apóstolos: adore Jesus com alegria (Lucas 24:52).

29 de setembro de 2013

REFLEXÃO DA SEMANA

Fila Indiana 
Para mim os homens caminham pela face da Terra em fila indiana.
Cada um carregando uma sacola na frente e outra atrás.
Na sacola da frente, nós colocamos as nossas qualidades.
Na sacola de trás guardamos os nossos defeitos.
Por isso durante a jornada pela vida, mantemos os olhos fixos nas virtudes que possuímos presas em nosso peito.
Ao mesmo tempo, reparamos impiedosamente nas costas do companheiro que está adiante, todos os defeitos que ele possui.
E nos julgamos melhores que ele, sem perceber que a pessoa andando atrás de nós, está pensando a mesma coisa a nosso respeito.
Mude ainda dá tempo, e não esqueça...
Sorria! ... 
Autor Desconhecido

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 24:36-43; Filemom 1-16; Salmo 79; Provérbios 19:24-29; Ezequiel 24-25.  

Versículo Especial: “Filho meu, se deixas de ouvir a instrução, desviar-te-ás das palavras do conhecimento” (Provérbios 19:27).  

Pensamento BíblicoA Prova da Vitória (Lucas 24:36-43). Jesus apareceu a seus apóstolos para confirmar ser verdade o testemunho de que ele havia ressuscitado dos mortos. A inteireza de sua vitória sobre a morte é sublinhada pela sua ressurreição corporal. A morte não podia reter o corpo de Jesus, nem reterá os corpos de seus seguidores. Os corpos dos fiéis serão ressuscitados e transformados em corpos imortais (veja 1 Coríntios 15:44).  

Ação: Prepare-se, hoje, para a eternidade com Cristo.

28 de setembro de 2013

MENSAGEM PARA SEU CORAÇÃO


O campo de batalha do coração humano
“Se procerderes bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procerderes mal, eis o pecado jaz a porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo” (Gênesis 4:7).
No antigo conflito entre o certo e o errado, são os próprios corações que estão sendo arriscados. O tentador procura nos destruir nos enganando e levando a nossa vontade para longe de Deus. E ao ponto que deixamos os nossos corações virarem contra Deus, deixamos o mal ganhar mais uma triste vitória. Temos nos tornado mais um nome na longa lista de vítimas de Satanás.
Os nossos corações estão sendo atacados por todos os lados. Não há uma única dimensão do nosso pensamento em que não somos desafiados pelo mal e enfrentados com escolhas cruciais. No nosso intelecto, a escolha é entre a verdade e o engano. Nos nossos carinhos, temos que decidir entre o amor e o ódio. Na nossa vontade, as únicas alternativas são a nossa obediência a Deus ou não. A não ser que determinamos não deixar acontecer, ter os pensamentos errados, e até o coração errado, fará com que sejamos vencidos em cada uma destas coisas e apagará todas as coisas boas para o qual fomos criados para aproveitar.
Estas verdades nos deixam mais sérios, certamente. Temos uma necessidade óbvia por humildade e vigilância em tudo que tem a ver com o nosso bem-estar espiritual. Mas também é possível que tenhamos coragem e esperança. Esforçando-se a fortalecer a coragem de seu jovem amigo Timóteo, Paulo escreveu: “Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação” (2 Timóteo 1:7). Nós estamos enrolados numa luta cósmica, mas o Criador deste cosmos é muito maior em força e sabedoria do que todas as forças do mal juntas. O Rei de direito reina de seu trono!
Sejamos lembrados deste fato: o diabo tem o poder somente de nos tentar, não o poder de nos obrigar. E Deus, que nos deu a liberdade de escolher, não irá nos obrigar. Ao invés disto, honrando a nossa liberdade, ele nos exorta a resistir o engano do diabo e segurar a verdade. Deus nos convida a encontrar nele aquilo que é a vida real. O assunto básico é fácil de entender e perigoso de esquecer. Moisés capturou-o nas suas palavras históricas a Israel: “Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te propus a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência” (Deuteronômio 30:19).
O diabo luta com Deus, e o campo de batalha é o coração humano.
(Feodor Dostoevski)
(–por Gary Henry)Que Deus Abençoe a Todos Pastor Antonio Marques

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 24:28-35; Tito 3:9-15; Salmo 78:52-72; Provérbios 19:18-23; Ezequiel 23.

Versículo EspecialO que torna agradável o homem é a sua misericórdia; o pobre é preferível ao mentiroso” (Provérbios 19:22).  

Pensamento Bíblico: Corações Ardentes (Lucas 24:28-35). Jesus, o “estranho” que acompanhou os dois homens a caminho de Emaús, finalmente se revelou e então desapareceu. Os homens ficaram tão emocionados que, ainda a tão adiantada hora, viajaram de volta mais de doze quilômetros para Jerusalém para compartilhar as boas novas. Seus corações estavam em fogo, e eles não podiam guardar a mensagem do evangelho só para si.  

Ação: Pense sobre o eterno valor do evangelho. Pode hoje você guardá-lo só para si?

27 de setembro de 2013

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 24:13-27; Tito 3:1-8; Salmo 78:23-51; Provérbios 19:12-17; Ezequiel 21-22.  

Versículo Especial“Quem se compadece do pobre ao Senhor empresta, e este lhe paga o seu benefício” (Provérbios 19:17).  

Pensamento Bíblico: “Não Convinha que o Cristo Padecesse”? (Lucas 24:13-27). Dois homens que haviam seguido a Jesus caminhavam na estrada que vai de Jerusalém a Emaús, confundidos pelos acontecimentos dos últimos dias. Eles explicavam a um estranho que eles esperavam que Jesus resgatasse Israel, mas essas esperanças foram esmagadas quando ele foi morto. O “estranho” mostrou que os homens não haviam entendido a missão messiânica.  A cruz não impediu a redenção; ela a tornou possível.  

Ação: Agradeça a Deus por Jesus ter morrido ressurgido.

26 de setembro de 2013

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 24:1-12; Tito 2:11-15; Salmo 78:1-22; Provérbios 19:6-11; Ezequiel 19-20.  

Versículo Especial“A falsa testemunha não fica impune, e o que profere mentiras perece” (Provérbios 19:9).  

Pensamento Bíblico: Mentir é Errado (Provérbios 19:9). Os valores pervertidos da maaioria das pessoas em nossa sociedade oferecem novas definições para as coisas que Deus chama pecado. As pessoas “torcem a verdade”, usam “duplo significado” e distribuem “desinformação”, porque eles pensam que suas metas justificam seus métodos. Alguns nos dizem que a moral e a ética dependem das circunstâncias, sugerindo que as mentiras não são sempre más. Apesar das mudanças nos rótulos que os homens lhes podem dar, as mentiras são ainda mentiras, e continuam ainda mortíferas.  

Ação: Diga a verdade. 

25 de setembro de 2013

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 23:50-56; Tito 2:1-10; Salmo 77; Provérbios 19:1-5; Ezequiel 17-18.  

Versículo Especial“Acaso, tenho eu prazer na morte do perverso?Sdiz o Senhor Deus; não desejo eu, antes, que ele se converta dos seus caminhos e viva?” (Ezequiel 18:23).  

Pensamento BíblicoResponsabilidade e Arrependimento (Ezequiel 18). Dois pontos importantes são ressaltados neste capítulo. Deus afirma que somos individualmente responsáveis perante ele. Não somos condenados por depravação herdada, mas por desobediência pessoal. Ele também ressalta a importância do arrependimento. Ele quer que os ímpios voltem a ele, para ganharem “coração novo e um espírito novo”.  

Ação: “Portanto convertei-vos e vivei!” (Ezequiel 18:32).

24 de setembro de 2013

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 23:44-49; Tito 1:10-16; Salmo 76; Provérbios 18:19-24; Ezequiel 16.  

Versículo EspecialO irmão ofendido resiste mais que uma fortaleza; suas contendas são ferrolhos dum castelo” (Provérbios 18:19).  

Pensamento Bíblico“Professam Conhecê-lo, Entretanto O Negam Por Suas Obras” (Tito 1:16). Paulo deixou Tito em Creta, e agora ele o adverte sobre algumas pessoas hipócritas com quem ele teria de tratar lá. Suas descrições de algumas dessas pessoas poderiam ser perfeitamente aplicadas a muitos de hoje em dia. Muitas pessoas professam conhecer DeusStalvez declarando-se cristãosSenquanto suas obras contradizem suas palavras. Eles podem enganar outras pessoas. Eles podem até enganar a si mesmos. Mas a Deus eles jamais podem enganar. Ele vê tudo.  
Os hipócritas eram um problema em Creta, cerca de 2000 anos atrás.  A triste realidade é que a hipocrisia é um problema que temos que enfrentar hoje em dia, também.  

Ação: Se você se diz um cristão, ande da maneira que você diz.

23 de setembro de 2013

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 23:34-43; Tito 1:1-9; Salmo 75; Provérbios 18:13-18; Ezequiel 13-15.  

Versículo EspecialOra, eis que, caindo a parede, não vos dirão: Onde está a cal com que a caiastes?” (Ezequiel 13:12).  

Pensamento Bíblico“A Cal Fraca” dos Falsos Mestres (Ezequiel 13:1-16). Deus mostra um quadro interessante dos falsos profetas que proclamam revelarem sua palavra. Eles são como construtores levantando uma parede com “cal”. A parede pareceria firme, mas seria destruída por uma tempestade do Senhor. O falso ensinamento, freqüentemente, parece atraente, até bom. Quanto testado, ele desmorona e aqueles que confiam nele, freqüentemente, morrem na tempestade.  

Ação: Construa suas paredes com a argamassa de Deus: a Verdade.

22 de setembro de 2013

REFLEXÃO DA SEMANA


Coração de Pedra 

Os seres humanos constroem hoje altos muros,
Para uns dos outros, sem amor se dividirem,
Utilizando seus corações de pedra "duros",
Para não se verem, não falarem nem se ouvirem.
Perderam o sentido da amizade,

Ofendem-se uns aos outros sem razão
E depois nunca lhes nasce a vontade
De se unirem em reconciliação.
Os dias belos deste tempo em que vivemos,
São frustrações, pois vivê-los não sabemos.
Só construímos entre nós separação!...
E cada dia, está mais presente este drama.
O ser humano, hoje odeia mais do que ama,
Petrificando lentamente o coração!...

Autor Desconhecido

MENSAGEM PARA SEU CORAÇÃO



O campo de batalha do coração humano
“Se procerderes bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procerderes mal, eis o pecado jaz a porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo” (Gênesis 4:7).
No antigo conflito entre o certo e o errado, são os próprios corações que estão sendo arriscados. O tentador procura nos destruir nos enganando e levando a nossa vontade para longe de Deus. E ao ponto que deixamos os nossos corações virarem contra Deus, deixamos o mal ganhar mais uma triste vitória. Temos nos tornado mais um nome na longa lista de vítimas de Satanás.
Os nossos corações estão sendo atacados por todos os lados. Não há uma única dimensão do nosso pensamento em que não somos desafiados pelo mal e enfrentados com escolhas cruciais. No nosso intelecto, a escolha é entre a verdade e o engano. Nos nossos carinhos, temos que decidir entre o amor e o ódio. Na nossa vontade, as únicas alternativas são a nossa obediência a Deus ou não. A não ser que determinamos não deixar acontecer, ter os pensamentos errados, e até o coração errado, fará com que sejamos vencidos em cada uma destas coisas e apagará todas as coisas boas para o qual fomos criados para aproveitar.
Estas verdades nos deixam mais sérios, certamente. Temos uma necessidade óbvia por humildade e vigilância em tudo que tem a ver com o nosso bem-estar espiritual. Mas também é possível que tenhamos coragem e esperança. Esforçando-se a fortalecer a coragem de seu jovem amigo Timóteo, Paulo escreveu: “Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação” (2 Timóteo 1:7). Nós estamos enrolados numa luta cósmica, mas o Criador deste cosmos é muito maior em força e sabedoria do que todas as forças do mal juntas. O Rei de direito reina de seu trono!
Sejamos lembrados deste fato: o diabo tem o poder somente de nos tentar, não o poder de nos obrigar. E Deus, que nos deu a liberdade de escolher, não irá nos obrigar. Ao invés disto, honrando a nossa liberdade, ele nos exorta a resistir o engano do diabo e segurar a verdade. Deus nos convida a encontrar nele aquilo que é a vida real. O assunto básico é fácil de entender e perigoso de esquecer. Moisés capturou-o nas suas palavras históricas a Israel: “Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te propus a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência” (Deuteronômio 30:19).
O diabo luta com Deus, e o campo de batalha é o coração humano.
(Feodor Dostoevski)

(–por Gary Henry) Que Deus Abençoe a Todos Pastor Antonio Marques.

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 23:26-33; 2 Timóteo 4:9-22; Salmo 74; Provérbios 18:6-12; Ezequiel 11-12.  

Versículo Especial“Antes da ruína, gaba-se o coração do homem, e diante da honra vai a humildade” (Provérbios 18:12).  

Pensamento Bíblico: O Senhor Saiu (Ezequiel 11:22-23). Recorde os capítulos 8 e 10, nos quais Deus revelou o porquê ele estava rejeitando o povo de Judá. Eles não acreditavam que ele poderia rejeitá-los. Eles tinham uma doutrina que dizia ser impossível pecar até o ponto de ficar perdido. Sua crença estava errada. Apesar da sua arrogante auto-confiança, Deus deixou-os e deu o julgamento contra eles. Quando o pecado não deixa espaço para Deus em nossas vidas, ele se afasta!  

Ação: Ande nos estatutos de Deus (Ezequiel 11:19-20).

21 de setembro de 2013

MENSAGEM PARA SEU CORAÇÃO


O valor do estudo bíblico
É essencial que tenhamos um bom senso de valores. Sabemos que isso é verdade no dia-a-dia. Sai caro ao comprar ou vender se não tivermos um senso correto de valores. A Bíblia mostra os naufrágios de muitos que não tinham um discernimento de valores – Ló, Esaú, Balaão, Judas e Demas. Nós reconhecemos o valor do estudo da bíblia?
A fim de ter o valor correto do estudo bíblico, temos primeiro que ter um valor apropriado da bíblia. Para aqueles que provavelmente vão ler isso, você já sabe o valor da Bíblia. Sabemos que é muito proveitoso como guia para esta vida e para apontar o caminho para a vida eterna. Podemos falar da boca para fora do seu valor, mas se realmente a valorizamos, iremos estudá-la. Vamos rever alguns motivos que nos lembram o valor do estudo bíblico.
Dá-nos fé (João 20:31). A fé é necessária para a conversão (Atos 15:7) e para agradar a Deus (Hebreus 11:6). É essencial para o filho de Deus pois “o justo viverá por fé” (Romanos 1:17). A fé é nosso escudo (Efésios 6:16) e nos dará a vitória (1 João 5:4).
Irá fortalecer nossa esperança que pode nos salvar (Romanos 8:24). Irá estimular nosso desejo de ir para o céu e nos dará a segurança de que estamos a caminho. Servirá de âncora nas tempestades da vida (Hebreus 6:18-20).
O estudo bíblico nos fará sábios naquilo que realmente importa (Salmo 119:98-99). Isto é, o estudo vai nos fazer sábios se continuarmos nas coisas aprendidas (2 Timóteo 3:14-15).
O estudo da palavra nos guarda do pecado (Salmo 119:9,11) e nos capacitará para superar o pecado (1 João 2:4).
O estudo da Bíblia nos ajudará a evitar a apostasia (Salmo 37:31). A falta de conhecimento da palavra de Deus leva a destruição (Oseías 4:6).
Dá alegria (Salmo 19:8). O mundo enganado não acredita, mas a alegria completa se encontra em Deus (1 João 1:4). O estudos faz-nos capazes de ter alegria mesmo nas coisas ruins (Tiago 1:2-4; Romanos 8:28).
O estudo da Bíblia consola (Salmo 119:92). Quando um ente querido parte deste mundo, nada pode nos consolar como a Bíblia (1 Tessalonicenses 4:18). Haverá horas na vida de cada um em que precisaremos de consolo. O estudo nos capacitará a encontrar consolo.
Fornece alimento para a alma (Mateus 4:4). Tem uma receita apropriada para a criança e outra para o maduro (1 Pedro 2:2). A palavra de Deus deve ser mais desejada do que ouro e todas as coisas materiais (Salmo 19:10).
Tem bons frutos (Mateus 7:16). Tem um efeito exaltante na humanidade. Tem liberdade avançada. Opõe-se as coisas que corrompem. Levanta a moralidade e dá dignidade às mulheres.
Salva a alma quando recebida corretamente (Tiago 1:21). Não é fria nem morta, mas é como um fogo (Jeremias 23:29) e é viva e poderosa (Hebreus 4:12). Levou 3.000 pessoas a procurarem a salvação em Cristo no dia de Pentecostes (Atos 2).
Se conhecemos e cremos nestas coisas, o estudo da Bíblia fará parte do nosso dia-a-dia.
(–por Robert W. Goodman)Que Deus Abençoe a Todos Pastor Antonio Marques

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 23:13-25; 2 Timóteo 4:1-8; Salmo 73:18-28; Provérbios 18:1-5; Ezequiel 8-10.  

Versículo Especial: O solitário busca o seu próprio interesse e insurge-se contra a verdadeira sabedoria” (Provérbios 18:1).  

Pensamento Bíblico: “Quer Seja Oportuno, Quer Não” (2 Timóteo 4:1-5). Estes versículos contêm uns desafios estimulantes para aqueles que proclamam o evangelho. Temos que ensinar o evangelho cientes da responsabilidade perante Deus. Seremos julgados por Deus. Aqueles que ensinamos  (e aqueles que deixamos de ensinar)  serão julgados por Deus. Portanto, temos que ensinar a verdade até mesmo quando ela não está em moda. Muitas pessoas rejeitarão a verdade e aceitarão ensinamentos mais apetitosos , porém não devemos negligenciar nosso dever de divulgar o evangelho.  

Ação: Cumpra seu ministério (serviço).

20 de setembro de 2013

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 23:1-12; 2 Timóteo 3:10-17; Salmo 73:1-17; Provérbios 17:24-28; Ezequiel 5-7.  

Versículo Especial“Toda a Escritura é inspirada por Deus é útil para o ensino, para repreensão, para a correção, para a educação na justiça” (2 Timóteo 3:16).  

Pensamento Bíblico“Tu, Porém, Tens Seguido” (2 Timóteo 3:10-17). Em contraste com o serviço fingido descrito nos versículos 1 a 7, aqui Paulo elogia a conduta de Timóteo. Timóteo sofreu por causa de sua fé, mas permaneceu fiel ao Senhor. Sua confiança não era posta em si mesmo nem em outras pessoas, mas em Deus e em sua palavra suficiente.  

Ação: Imite o respeito de Timóteo pelas escrituras (leia de novo o que Paulo diz em 2 Timóteo 3:16-17).

19 de setembro de 2013

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 22:63-71; 2 Timóteo 3:1-9; Salmo 72; Provérbios 17:18-23; Ezequiel 3-4.  

Versículo EspecialO coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos” (Provérbios 17:22).  

Pensamento Bíblico“Tendo Forma de Piedade” (2 Timóteo 3:1-9). Depois de descrever algumas das pessoas mais ímpias mencionadas nas escrituras, Paulo acrescenta: “tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder.”  Sua descrição seguinte mostra que ele está falando de pessoas que parecem ser sinceros discípulos quando, realmente, elas fazem somente o que querem fazer. Elas não amam a verdade, e não amam a Deus. No final, seu egoísmo acaba sendo visível para os outros.  

Ação: Outras pessoas podem pensar que você é fiel a Deus. Examine-se honestamente. Será que Deus conta você como fiel?

18 de setembro de 2013

MENSAGEM PARA SEU CORAÇÃO

Lutando pela união
A oração do Senhor (João 17) é muito citada – em parte – para enfatizar a necessidade de união entre o povo de Deus. Eu te desafio a estudar cuidadosamente o capitulo a procura dos meios de obter e manter aquela união.
Há três partes a serem consideradas: a oração de Cristo em favor de si mesmo, em favor dos apóstolos, e em favor daqueles que “vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra”. Na oração de Cristo para si (versículos 1-5) ele diz que veio à terra para dar a vida eterna, e ele identifica isso como “conhecer” o Pai e Filho. Seu trabalho na terra glorificou o Pai e quando terminasse (na crucificação) ele pediria para voltar à sua glória original com o Pai.
Assim como o Pai foi glorificado no Filho, Cristo é glorificado nos seus apóstolos (versículo 10). Também, na segunda parte de sua oração, Cristo diz que ele manifestouo nome de Deus (versículo 6) e havia lhes dado a palavra do Pai (versículos 6,8 e 14) a fim de “conhecerem” Deus (receber, acreditar e guardar a palavra – versículos 6 e 8; veja 1 João 2:3-5). Sendo tão “guardados” os apóstolos são “um, assim como nós” (versículo 11). São separados, santificados, através da verdade (versículos 17-19).
Finalmente, Cristo ora por todos aqueles a quem os apóstolos ensinariam. A “glória que me tens dado, para que sejam um, como nós o somos; eu neles, e tu em mim, a fim de que sejam aperfeiçoados na unidade” (versículos 22-23). Esses também “conheceram” Deus (versículo 25), como resultado de terem recebido a verdade declarada.
É pedir demais esperar que um leitor discernente observe certos pensamentos recorrentes? Primeiro, há glória divina, na qual o Pai e Filho são um. Depois há uma declaração daquela glória (através da manifestação e ensinamento da palavra de Deus); e compartilhar naquela glória, conforme os ensinados venham a conhecer Deus. Foi através disso que aqueles que não são divinos venham a ser UM com a divindade.
A igualdade dos crentes pelos quais Jesus orou era a qualidade comum a ser encontrada entre todos que fazem parte da imagem divina. A união existe porque eles são um. O plano divino não é um molde de uma organização ou de uma crença que força pessoas heterogêneas a ficarem na mesma sociedade. O plano do Senhor muda as pessoas, na essência que diz respeito à sua vida espiritual, assim se tornam homogêneas e por isso são um“Eu neles, e tu em mim, a fim de que sejam aperfeiçoados na unidade”. O ideal (e com certeza é um ideal) é um povo semelhante a Deus; que tem a mente de Cristo (Filipenses 2:5), em palavra e nas ações fazendo tudo em seu nome (Colossenses 3:17) transformado da glória à glória de sua imagem (2 Coríntios 3:18), e tudo isso para a glória de Deus (1 Pedro 4:11).
A natureza ideal desta unidade não é diferente de ser santo como Deus é santo (1 Pedro 1:16), puro como ele é puro (1 João 3:3), etc. Isso não é obtido no sentido absoluto, mas seus princípios são aceitos; é a nossa meta constante, a marca para qual estamos indo. Se falharmos em reconhecer o aspecto ideal desta união, podemos considerar o nível de nossa obtenção como o padrão e começarmos a nos medir em comparação aos outros. Isso pode derrotar a união pela qual Cristo orou e promover nossa marca de sectarismo.
(–por Robert F. Turner) Que Deus Abençoe a Todos Pastor Antonio Marques

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 22:54-62; 2 Timóteo 2:14-26; Salmo 71; Provérbios 17:12-17; Ezequiel 1-2.  

Versículo EspecialOs meus lábios estão cheios do teu louvor e da tua glória continuamente” (Salmo 71:8).  

Pensamento Bíblico: “Caí com o Rosto em Terra” (Ezequiel 1:28). Ezequiel descreve sua experiência como um dos poucos homens que viram o trono de Deus (veja Isaías 6; Apocalipse 4). Ele estava verdadeiramente impressionado com o terrível poder e brilho da cena e caiu com o rosto em terra. Quando entramos na presença de Deus, precisamos também ver nossa impropriedade e sua glória. A avaliação do vasto abismo entre Deus e homens nos ajudará a ver nosso papel como servos adoradores.  

Ação: Adore a Deus humildemente.

17 de setembro de 2013

MEDITAÇÃO DO DIA

Leituras: Lucas 22:47-53; 2 Timóteo 2:1-13; Salmo 70; Provérbios 17:6-11; Lamentações 4-5.  

Versículo Especial“Se perseveramos, também com ele reinaremos; se o negamos, ele, por sua vez, nos negará” (2 Timóteo 2:12).  

Pensamento Bíblico“Isso Mesmo Transmite a Homens Fiéis” (2 Timóteo 2:1-13). Observe três importantes idéias nestes versículos:  
  O evangelho é divulgado pelo ensinamento. Paulo ensinou a Timóteo. Timóteo ensinaria a outros. Aqueles ensinariam outros mais. É, na verdade, uma tragédia se falhamos em passar a mensagem a outros.
   O serviço de Cristo é guerra espiritual. Como soldados, precisamos de dedicação total à causa de nosso Mestre e de seu exército.
    O fiel será recompensado. Foi-nos prometida a vitória se resistirmos. Se falharmos, não é por culpa de Deus. “Ele permanece fiel”.  

Ação: “Participa dos meus sofrimentos como bom soldado de Cristo Jesus” (2 Timóteo 2:3)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...