30 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

30 de abril Dia 120  

Leituras: Marcos 4:35-41; 1 Coríntios 2; Salmo 105:1-22; Provérbios 25:8-14; Juízes 12-14.  

Versículo Especial: “Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo” (Provérbios 25:11).  

Pensamento Bíblico: Jesus Repreende a Tempestade (Marcos 4:35-41). Os discípulos ficaram muito ansiosos, quando enfrentaram uma tempestade atravessando o Mar da Galiléia. As ondas ameaçavam afundar o barco. Eles não viram nenhum sinal de que Jesus (que estava dormindo) estivesse sequer sabendo de suas preces. Quando eles o acordaram, eles gritaram em desespero: “. . . não te importa que pereçamos?”  Jesus acalmou o mar, permitindo aos barcos prosseguir em segurança para o seu destino.  
Enfrentamos tempestades na vida e podemos, por engano, achar que Deus não está atento ao nosso apuro. Paulo diz: “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas diante de Deus as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graça” (Filipenses 4:6).  

Ação: Vença suas tempestades com a força de Deus.

29 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

29 de abril Dia 119  

Leituras: Marcos 4:21-34; 1 Coríntios 1:18-31; Salmo 104:16-35; Provérbios 25:1-7; Juízes 10-11.  

Versículo Especial: “Aquele que se gloria, glorie-se no Senhor” (1 Coríntios 1:31b).  

Pensamento Bíblico: A Loucura de Deus X A Sabedoria do Homem (1 Coríntios 1:25). Deus não faz as coisas da maneira que os homens poderiam esperar. A cruz é uma ilustração deste fato. Os judeus tropeçaram nela, pois ela mostrava que eles haviam assassinado o Filho de Deus. Os gentios zombaram dela, pois ela os chamava para servir a um “deus morto”, que nem sequer se libertou da agonia da cruz. Os homens podem não entender. Deus não exige que compreendamos suas razões, apenas que obedeçamos suas instruções.  

Ação: Obedeça a Deus, mesmo que você não o entenda totalmente!

28 de abril de 2014

REFLEXÃO DA SEMANA

Ser Forte! 
Ser forte é amar alguém em silêncio

Ser forte é deixar-amar por alguém
que não se ama
Ser forte é fingir alegria quando
não se sente
Ser forte é sorrir quando se 
deseja chorar
Ser forte é consolar quando se 
precisa de consolo
Ser forte é calar quando o ideal 
seria gritar a todos sua angústia
Ser forte é irradiar felicidade
quando se é infeliz
Ser forte é esperar quando não
se acredita no retorno
Ser forte é manter-se calmo no desespero
Ser forte é elogiar quando se tem 
vontade de maldizer
Ser forte é fazer alguém feliz 
quando se tem o coração em pedaços
Ser forte é ter fé naquilo que não 
se acredita
Ser forte é perdoar alguém que não 
merece o perdão
Ser forte é, enfim viver quando 
já esta morto
Ser forte é por mais difícil que 
seja a vida, "ame-a", seja forte!

Autor Desconhecido

MENSAGEM PARA SEU CORAÇÃO

Lidando com os desanimados e os fracos 
Em 1 Tessalonicenses 5:14 Paulo diz aos cristãos: “Consoleis os desanimados, ampareis os fracos”. A tradução literal da palavra “desanimados” seria “de alma pequena”, assim sugerindo desânimo ou timidez. Seja qual for o caso do desânimo e da fraqueza, os cristãos devem consolar os desanimados e amparar os fracos.
Na prisão em Roma, Paulo podia ter ficado desanimado; em vez disso ele escreveu e encorajou a igreja de Filipos: “Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos” (Filipenses 4:4). Ele havia aprendido que, qualquer que fosse a situação, ele devia estar contente (Filipenses 4:11).
Para a igreja em Roma ele escreveu: “Acolhei ao que é débil na fé, não, porém, para discutir opiniões” (Romanos 14:1). “Ora, nós que somos fortes devemos suportar as debilidades dos fracos e não agradar-nos a nós mesmos” (Romanos 15:1). Paulo estava bem equipado para encorajar os outros devido à força que ele encontrou em Cristo. “Tudo posso naquele que me fortalece” (Filipenses 4:13).
(–por Billy Norris)Que Deus Abençoe a Todos Pastor Antonio Marques

MEDITAÇÃO DO DIA

28 de abril Dia 118  

Leituras: Marcos 4:13-20; 1 Coríntios 1:10-17; Salmo 104:1-15; Provérbios 24:28-34; Juízes 9.  

Versículo Especial: “Um pouco para dormir, um pouco para tosquenejar, um pouco para encruzar os braços em repouso, assim sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade, como um homem armado” (Provérbios 24:33-34).  

Pensamento Bíblico: O Pecado da Indolência (Provérbios 24:30-34). A preguiça não é virtude. O mesmo livro que  nos diz “não te fatigues para seres rico” (Provérbios 23:4) agora nos adverte para que evitemos o extremo oposto. A indolência desperdiça nossas oportunidades. Tarefas que esquecemos não desaparecem, elas apenas se tornam mais difíceis.

Ação: Concentre-se nas tarefas que valem a pena e as execute com dedicação.

27 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

27 de abril Dia 117  

Leituras: Marcos 4:1-12; 1 Coríntios 1:1-9; Salmo 103; Provérbios 24:23-27; Juízes 7-8.  

Versículo EspecialO que disser ao perverso: Tu és justo; pelo povo será maldito e detestado pelas nações” (Provérbios 24:24).  

Pensamento Bíblico: Conduta para com o Ímpio (Provérbios 24:23-26). Anote quatro princípios de sabedoria, especialmente importantes quando vemos outros pecarem:
    Julgue imparcialmente (v. 23).
    Não o aprove nem o tolere  (v. 24).
    Repreenda o ímpio (v. 25).

    Fale sempre a verdade (v. 26).  

Ação: Apoie o que é justo. Oponha-se a toda forma de mal (veja 1 Tessalonicenses 5:21-22).  

26 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

26 de abril Dia 116  

Leituras: Marcos 3:31-35; Romanos 16:17-27; Salmo 102:18-28; Provérbios 24:19-22; Juízes 5-6.  

Versículo Especial: “Não te aflijas por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos perversos” (Provérbios 24:19).  

Pensamento Bíblico: A Revelação do Mistério (Romanos 16:25-27). O evangelho de Jesus Cristo:
    Foi em tempos mantido em secreto, como um mistério (v. 25).
    É o meio de Deus edificar seu povo (v. 25).
    Foi revelado a todas as nações para que elas possam obedecer. O evangelho é para o mundo (v. 26).  

Ação: As pessoas hoje necessitam do evangelho tão certamente como aquelas do tempo de Paulo precisavam dele. Você está pronto e disposto a espalhar as novas? (veja Romanos 1:15-17).

25 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

25 de abril Dia 115  

Leituras: Marcos 3:20-30; Romanos 16:1-16; Salmo 102:1-17; Provérbios 24:13-18; Juízes 3-4.  

Versículo Especial: “Tu, porém, Senhor, permaneces para sempre, e a memória do teu nome, de geração em geração” (Salmo 102:12).  

Pensamento Bíblico: “Esqueceram-se do Senhor” (Juízes 3:7). Josué e os outros de sua era morreram (veja Juízes 2:7-10). Uma nova geração levantou-se para jogar fora as “velhas idéias” da fé de seus pais. Quando começamos a ler sobre uma sucessão de juízes, vemos a fraqueza e infidelidade do povo. Eles “fizeram o que era mau” (3:7) “tornaram a fazer” (3:12) e, de novo, “tornaram a fazer o que era mau” (4:1). Deus, paciente e repetidamente, castigou-os, mas cada geração rejeitava as limitações da lei de Deus. O livro de Juízes chama a atenção para a paciência de Deus e a capacidade do homem para abusá-la!    

Ação: Não se esqueça do Senhor!  

24 de abril de 2014

Voz da Verdade-Debaixo das Asas

MEDITAÇÃO DO DIA

24 de abril Dia 114  

Leituras: Marcos 3:13-19; Romanos 15:22-33; Salmo 101; Provérbios 24:7-12; Juízes 1-2.  

Versículo Especial: “Se te mostras fraco no dia da angústia, a tua força é pequena” (Provérbios 24:10).  

Pensamento Bíblico: Batalhando Contra o Mal (Provérbios 24:7-12). Nossa luta contra o pecado tem que incluir:
    Ouvir a sabedoria de Deus (v. 7).
    Resolver não fazer o mal (vs. 8-9).
    Permanecer forte no “dia da angústia” (v. 10).
    Recuperar os que se desviaram (v. 11).
    Não fingir que não vê para tolerar o pecado (v. 12).  

Ação: Firme hoje na batalha contra Satanás!

23 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

23 de abril Dia 113  

Leituras: Marcos 3:7-12; Romanos 15:14-21; Salmo 100; Provérbios 24:1-6; Josué 23-24.  

Versículo Especial: “Sabei que o Senhor é Deus; foi ele quem nos fez, e dele somos; somos o seu povo e rebanho do seu pastoreio” (Salmo 100:3).  

Pensamento Bíblico“. . . Escolhei, Hoje, a Quem Sirvais” (Josué 24:15). O discurso de Josué, despedindo-se de Israel, foi um desafio estimulante. Eles tinham muitas opções. Eles poderiam servir aos deuses que tinham falhado no Egito. Eles poderiam adorar os deuses que não puderam defender os amorreus, quando Israel invadiu sua terra. Ou então, poderiam servir o Santo e Verdadeiro Deus que os tinha libertado repetidamente. Como é fácil escolhermos seguir os caminhos da falha certa, negligenciando o serviço de Deus. Israel escolheu servir a Deus e permaneceu fiel por toda aquela geração. Precisamos guiar nossa família no mesmo compromisso.  

Ação: Decida hoje seguir ao Senhor. Nenhum outro caminho conduzirá ao sucesso.  

22 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

22 de abril Dia 112  

Leituras: Marcos 3:1-6; Romanos 15:1-13; Salmo 99; Provérbios 23:29-35; Josué 21-22.  

Versículo Especial: “Exaltai ao Senhor, nosso Deus, e prostrai-vos ante o seu santo monte, porque santo é o Senhor, nosso Deus” (Salmo 99:9).  

Pensamento Bíblico: Adore a Deus, pois Ele é Santo (Salmo 99). O salmista louva a Deus pela sua História de santidade. Hoje temos o privilégio de adorar a Deus. Devemos glorificá-lo pessoalmente, e temos o privilégio especial de reunirmo-nos com outros para glorificá-lo, e encorajar outros a verem sua grandeza e adorá-lo (veja 1 Coríntios 10:16-22; 14:24-25). Se apreciamos a santidade e majestade de Jeová, procuraremos todas as oportunidades para louvá-lo.  

Ação: Dê adoração a Deus. Ele a merece!  

21 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

21 de abril Dia 111  

Leituras: Marcos 2:13-28; Romanos 14:14-23; Salmo 98; Provérbios 23:24-28; Josué 19-20.  

Versículo Especial“Assim, pois, seguimos as cousas da paz e também as da edificação de uns para com os outros”(Romanos 14:19).  

Pensamento Bíblico: Consideração com a Consciência de um Irmão (Romanos 14:14-23). É possível pecar ao fazer alguma coisa que em si é direita! Se, despreocupadamente, desconsideramos os escrúpulos de um irmão e o levamos a violar sua consciência, somos culpados. Devemos estar alertas para nossas oportunidades de edificar o fraco. Os princípios descritos aqui envolvem compaixão, paciência e uma aplicação  da regra de Mateus 7:12 às nossas relações espirituais.  

Ação: Procure coisas que trazem paz e edificação.

20 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

20 de abril Dia 110  

Leituras: Marcos 2:1-12; Romanos 14:1-13; Salmo 97; Provérbios 23:19-23; Josué 17-18.  

Versículo Especial: “Alegrai-vos no Senhor, ó justos, e dai louvores ao seu santo nome” (Salmo 97:12).  

Pensamento Bíblico: “Reina o Senhor” (Salmo 97). Leia este salmo novamente e contemple a grandeza de Deus. Porque Jeová reina, a terra e toda a humanidade têm razão para alegrar-se.  Estamos sob o Deus correto, justo e poderoso, que proteje e liberta aqueles que o servem. Quando compreendemos que um tão poderoso ser cuida de nós, temos razão para louvá-lo e sermos gratos.  

Ação: Louve a Deus com suas palavras e atos. Ele merece tanto sua adoração como sua devoção.  

17 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

17 de abril Dia 107  

Leituras: Marcos 1:21-28; Romanos 12:1-8; Salmo 94; Provérbios 23:1-5; Josué 11-12.  

Versículo Especial: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:2).  

Pensamento Bíblico: Sacrificando-se (Romanos 12:1-8). Note as instruções de Paulo para:
    Sacrificar-nos a Deus.
    Sermos transformados, e não conformados com o mundo.
    Examinar com seriedade e utilizar nossas capacidades. Arrogância é errada. Achar-se inútil é também errado. Cada um de nós deve, humildemente, utilizar o que Deus nos deu.  

Ação: Use hoje sua capacidade, servindo a Deus.

16 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

16 de abril Dia 106  

Leituras: Marcos 1:9-20; Romanos 11:25-36; Salmo 93; Provérbios 22:22-29; Josué 9-10.  

Versículo Especial“Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos!” (Romanos 11:33).  

Pensamento Bíblico: A Profundidade da Sabedoria de Deus (Romanos 11:33). Numa era em que se exalta a razão humana, há muitos que tentam escolher quais partes das Escrituras deveriam ser acreditadas. Alguns dizem que aceitarão o que entenderem, pensando que a verdade de Deus terá sentido para eles. Outros tentam vislumbrar o significado escondido atrás da palavra de Deus, assim tendo a pretensão de conhecer sua intenção, que suplanta (assim dizem) sua palavra revelada. Tais abordagens são arrogantes e mortais. Deus não revelou tudo o que poderíamosquerer saber; ele nos disse tudo o que precisamos saber. Nossa tarefa não é aperfeiçoar, porém obedecer a sua palavra! 

Ação: Obedeça a Deus, quer você entenda suas razões ou não!  

15 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

15 de abril Dia 105  

Leituras: Marcos 1:1-8; Romanos 11:11-24; Salmo 92; Provérbios 22:17-21; Josué 7-8.  

Versículo Especial“Plantados na Casa do Senhor, florescerão nos átrios do nosso Deus” (Salmo 92:13).  

Pensamento Bíblico: “A Bondade e a Severidade de Deus” (Romanos 11:22). Temos dificuldade em reconciliar a misericórdia de Deus com a sua ira. Nossas mentes limitadas não podem compreender facilmente como tais opostos aparentes existem lado a lado no caráter de um ser perfeito. Algumas pessoas, arbitrariamente, rejeitam um lado e se agarram a outro. Porém a Bíblia afirma que ambos são verdadeiros e mostra que escolhemos o que recairá sobre nós. Se caímos, seremos condenados. Se nos voltamos para ele e continuamos em sua bondade, seremos recompensados.  

Ação: Permaneça na bondade de Deus.

14 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

14 de abril Dia 104  

Leituras: Mateus 28:11-20; Romanos 11:1-10; Salmo 91; Provérbios 22:11-16; Josué 4-6.  

Versículo Especial: “Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra”(Mateus 28:18).  

Pensamento Bíblico: Fazendo Discípulos (Mateus 28:18-20). Fazer discípulos envolve duas ações:
    Batizar em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, e
    Ensinar a observar tudo o que o Senhor mandou.
Este processo de conversão está apoiado na total autoridade de Jesus (v. 18). Aqueles que não foram batizados ou não tenham determinado obedecer a autoridade absoluta do Senhor, não são verdadeiramente seus discípulos.  

Ação: Certifique-se de estar em submissão à autoridade de Cristo.

13 de abril de 2014

A Dracma e o seu Dono - Damares, Part. Thalles Roberto.

MEDITAÇÃO DO DIA

13 de abril Dia 103  

Leituras: Mateus 28:1-10; Romanos 10:14-21; Salmo 90; Provérbios 22:6-10; Josué 1-3.  

Versículo Especial: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele” (Provérbios 22:6).  

Pensamento Bíblico: “. . . Ele Ressuscitou” (Mateus 28:1-10). Não há proclamação mais significativa na História, seja na Bíblia, ou em qualquer outro lugar! Esta declaração trouxe espanto e alegria aos seguidores de Jesus. Acima de tudo, o fato da ressurreição é a base de nossa salvação, nossa fé, e nossa esperança (veja 1 Coríntios 15). Toda a Bíblia e toda nossa confiança gira em torno deste milagre supremo. Jesus venceu a morte. Ele ressuscitou!  

Ação: Agradeça a Deus porque Jesus ressuscitou!

12 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

12 de abril  Dia 102  

Leituras: Mateus 27:57-66; Romanos 10:1-13; Salmo 89:38-52; Provérbios 22:1-5; Deuteronômio 33-34.  

Versículo Especial: “Pois não há distinção entre judeu e grego, uma vez que o mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam” (Romanos 10:12).  

Pensamento Bíblico: Salvação em Cristo (Romanos 10:1-13). Paulo desejava ardentemente a salvação dos judeus, que eram seus parentes carnais. Mas ele sabia que sua preocupação com suas almas não poderia mudar os termos da salvação. Eles não poderiam ser salvos sem se voltarem para Cristo. Isso não mudou. A salvação é oferecida aos judeus e aos gentios somente através de Jesus Cristo. Precisamos proclamar corajosamente esta mensagem.  

Ação: Confie em Jesus. A salvação não pode ser encontrada em mais ninguém.  

11 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

11 de abril Dia 101  

Leituras: Mateus 27:45-56; Romanos 9:25-33; Salmo 89:19-37; Provérbios 21:25-31; Deuteronômio 32.  

Versículo EspecialO cavalo prepara-se para o dia da batalha, mas a vitória vem do Senhor” (Provérbios 21:31).  

Pensamento Bíblico: Fútil Confiança na Força Militar (Provérbios 21:31). Os homens põem grande confiança na força militar. Um grande exército, equipado com as armas mais avançadas da moderna tecnologia, é considerado por algumas pessoas como a confirmação da segurança. Não devemos jamais esquecer que a libertação pertence a Deus. Com ou sem um exército poderoso, nações são protegidas por Deus, conforme ele achar direito e justo. Temos que confiar nele ao invés dos guerreiros humanos.  

Ação: Ajude a estabilizar sua nação e o mundo: ensine a alguém o evangelho de Jesus Cristo.  

10 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

10 de abril Dia 100  

Leituras: Mateus 27:27-44; Romanos 9:14-24; Salmo 89:1-18; Provérbios 21:19-24; Deuteronômio 31.  

Versículo Especial: O que guarda a boca e a língua guarda a sua alma das angústias” (Provérbios 21:23).  

Pensamento Bíblico: “. . . A Si Mesmo Não Pode Salvar-se” (Mateus 27:42). Os principais sacerdotes, os escribas e os anciãos zombaram da aparente fraqueza de Jesus, vendo-o como um inimigo desamparado, vencido. Eles não conseguiram entender que ele poderia ter se salvado (veja João 10:18; Mateus 26:53), mas que tal decisão teria derrotado seu propósito de salvar os homens do seu pecado. Jesus escolheu a morte para que pudéssemos viver. Ele morreu, não em fraqueza, mas em inigualável força.  

Ação: Agradeça a Deus pelo sacrifício voluntário de seu filho.  

9 de abril de 2014

Música Gospel Aline Barros - Sonda-me, Usa-me (CD Som de Adoradores)

Videos Lindos- Reflexões sobre a vida

MENSAGEM PARA SEU CORAÇÃO

Serpentes e pombas

“Eis que eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes como as serpentes e símplices como as pombas” (Mateus 10:16).
Serpentes e pombas – duas criaturas com pouco em comum. E, no entanto, no desenvolvimento do nosso caráter, devemos ser “como” elas são em alguns aspectos. É um bom paradoxo, não é? Muito do caráter do cristão é um paradoxo. Por exemplo:
Devemos controlar nossas línguas (Tiago 3:1-12) mas também ser ousados no falar (Efésios 6:20). Não há virtude numa língua ousada que está descontrolada nem numa língua que é tão controlada que nunca é ousada. Nossas línguas precisam de uma “ousadia controlada” para repreender o pecado tanto publicamente (Gálatas 2:11-21) quanto particularmente (Mateus 18:15). Apesar das conseqüências poderem ser desagradáveis (Marcos 6:16-18), devemos falar ousadamente, e quando a situação requer, as nossas línguas ousadas devem ser diretas (Mateus 23:15). O medo de dizer uma coisa errada não deve nos impedir de dizer a coisa certa (Mateus 10:26-27). O silêncio nem sempre reflete sabedoria, às vezes simplesmente mostra a covardia.
A humildade de Paulo (1 Coríntios 15:9) e, ao mesmo tempo, sua confiança (2 Timóteo 4:7-8) exemplificam mais um paradoxo. A humildade não deve criar a timidez mas a confiança também não deve levar à arrogância. A humildade irá nos manter cientes das nossas próprias fraquezas mas nunca deve causar hesitação em apontar pecados na vida de outros (1 Coríntios 5:1-13). Nós somos humilhados pelo risco que corremos de errar em opiniões e entendimentos da verdade, mas somos confiantes de que há certas coisas das quais temos certeza que não podem ser comprometidas (Gálatas 2:5).
A virtude da longanimidade (Gálatas 5:22) tem de ser equilibrada pela intolerância (Colossenses 2:4,8,16,18). A longanimidade é precisa conforme tentamos progredir para a maturidade, mas a intolerância é precisa quando o progresso não acontece e metas não são atingidas (1 Coríntios 3:1-3; Hebreus 5:11-14). É uma coisa sofrer junto com pecadores enquanto tentam vencer o pecado, mas tolerar o pecado é completamente diferente (Apocalipse 2:15-16, 20-21).
Com certeza devemos nos importar com o que os outros pensam de nós (Mateus 5:13-16) mas, ao mesmo tempo, nos importarmos pouco com a maneira que nos avaliam (Gálatas 1:10). A virtude de viver para influenciar outros (Filipenses 2:12-16) pode tão facilmente tornar-se no vício de viver para agradar os outros (Gálatas 2:11-21).
Alguns são propensos “pela natureza” a serem “como serpentes” ou “como pombas” e o diabo usa as nossas “inclinações naturais” para causar um caráter desequilibrado. Ele nos faria enfatizar o que é fácil e não enfatizar o que não é. Como conseqüência nós, muitas vezes, vamos aos extremos: uma pessoa falsamente sofisticada que acredita que pessoas “cultas” evitam falar ousado, afirmações confiantes, intolerância de pecados e conduta que pode “ofender” outras pessoas; ou um realista que é abusivo no falar, arrogante, intolerante e despreocupado com o que outros podem pensar.
O desenvolvimento de um caráter equilibrado porém paradoxal não vem rapidamente (Hebreus 5:12 – "ao tempo decorrido") nem é fácil (1 Coríntios 9:25 – "se domina"), mas não há atalhos para chegar à maturidade.
(–por David Smitherman) Que Deus Abençoe a Todos Pastor Antonio Marques.

MEDITAÇÃO DO DIA

9 de abril Dia 99  

Leituras: Mateus 27:11-26; Romanos 9:1-13; Salmo 88; Provérbios 21:13-18; Deuteronômio 29-30.  

Versículo EspecialO que tapa o ouvido ao clamor do pobre também clamará e não será ouvido” (Provérbios 21:13).  

Pensamento Bíblico: Tristeza pela Perda de Entes Queridos (Romanos 9:1-13). Nesta passagem, Paulo revela a dor que ele sentiu ao ver seus parentes rejeitarem a Cristo. Doeu-lhe profundamente compreender que eles estavam perdidos, não querendo obedecer ao evangelho. Mas ele sabia que Deus não havia falhado. Deus manteve suas promessas e deu aos israelitas todas as oportunidades para se salvarem. Foi deles a decisão de rejeitar o evangelho. Aquela decisão entristeceu a Paulo, mas não o desencorajou de viver pelo Senhor e ensinar esforçadamente a outros o evangelho. Podemos aprender com o exemplo de Paulo e ir em frente com determinação para ensinar a outros.  

Ação: Compartilhe as Boas Novas com pessoas que precisam delas!

8 de abril de 2014

MEDITAÇÃO DO DIA

8 de abril Dia 98  

Leituras: Mateus 27:1-10; Romanos 8:31-39; Salmo 87; Provérbios 21:7-12; Deuteronômio 28.  

Versículo Especial“Que diremos, pois, à vista destes cousas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?” (Romanos 8:31).  

Pensamento Bíblico:  A Tristeza de Judas (Mateus 27:1-10). Na noite anterior à morte de Jesus, Judas pecou gravemente. Quando ele deveria ter permanecido com Jesus, ele o traiu. Quando ele meditou sobre seu pecado, entristeceu-se e fugiu. Sua morte por suicídio, em seguida, mostrou a profundidade de seu desespero. Ele se suicidou, e desta maneira roubou do Senhor a vida que lhe pertencia.  

Ação: Não importa a gravidade de seu pecado, lembre-se de que a solução está em voltar para Deus, não em fugir dele.  

7 de abril de 2014

REFLEXÃO DA SEMANA


 
Depois de plantada a semente deste incrível arbusto, não se vê nada, Durante 5 anos, todo o crescimento é subterrâneo, invisível a olho nu, Mas, uma maciça e fibrosa estrutura de raiz, que se estende vertical e horizontalmente pela terra está sendo construída.
Um escritor americano escreveu: 
"Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês":
você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento,e, às vezes não vê nada por semanas, meses, ou anos.
Mas, se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5º ano chegaria, com ele, virão um crescimento e mudanças que você jamais esperava... 
O bambu chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos,de nossos sonhos... Especialmente no nosso trabalho, (que é sempre um grande projeto em nossas vidas)
É que devemos lembrar do bambu chinês, para não desistirmos facilmente diante das dificuldades que surgirão.
Tenha sempre dois hábitos: 
Persistência e Paciência, pois você merece alcançar todos os sonhos!!! 
É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita flexibilidade para se curvar ao chão. 

Autor desconhecido
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...